sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Reinauguração do Museu Sacaca...

1635_chicoterra-museusacaca.02Copia(01)_1635_chicoterra-museusacaca.03-21635_chicoterra-museusacaca.571635_chicoterra-museusacaca.521635_chicoterra-museusacaca.501635_chicoterra-museusacaca.39
1635_chicoterra-museusacaca.37-21635_chicoterra-museusacaca.37-11635_chicoterra-museusacaca.37-11635_chicoterra-museusacaca.331635_chicoterra-museusacaca.351635_chicoterra-museusacaca.30
1635_chicoterra-museusacaca.27-11635_chicoterra-museusacaca.271635_chicoterra-museusacaca.241635_chicoterra-museusacaca.211635_chicoterra-museusacaca.161635_chicoterra-museusacaca.13
1635_chicoterra-museusacaca.15-11635_chicoterra-museusacaca.10-11635_chicoterra-museusacaca.08-21635_chicoterra-museusacaca.08-11635_chicoterra-museusacaca.01-21635_chicoterra-museusacaca.04
Museu Sacaca, un album sur Flickr.
Programação:03 fevereiro de 2012
Manhã
8h - Cerimonial de Abertura no Auditório Waldemiro Gomes
10h - Cortejo Artístico-cultural pelos ambientes do Museu Sacaca
Tarde:
15h - Monólogo teatral do ator Giovane Coelho com texto de Fernando Canto
16h - Arte circense no Auditório Waldemiro Gomes (espetáculo "Ciranda de Palhaços")
Noite:
Shows de encerramento (palco principal Avenida Feliciano Coelho)
19h - Julielle
20h - Zé Miguel
21h - Patrícia Bastos
22h30 - Felipe Cordeiro
0h - Show pirotécnicoLocal:

Endereço:
Av. Feliciano Coelho, nº 1509, bairro/Trem
Contatos:
Assessora de comunicação/Iepa
Angela Andrade: 9122-7379

O Centro de Pesquisas Museológicas (CPM) - Museu Sacaca, do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), reabre nesta sexta feira, 3 de fevereiro de 2012, o novo Museu Sacaca, que ganhou novos espaços, proporcionando novidades para o desenvolvimento de ações museológicas e para o atendimento ao público.

Os espaços que mais atraíam a atenção eram o Sítio Arqueológico, a Casa dos Ribeirinhos, as Casas Indígenas, Casa da Farinha e Casa dos Castanheiros, o monumento ao Marabaixo e as Praças das Etnias e do Sacaca. O barco Regatão Índia do Brasil era o local mais procurado por retratar o ambiente do comércio ribeirinho. Ele volta agora como Regatão Milagres de Nossa Senhora, um barco exposição, trazendo os produtos que eram vendidos na época, e com uma grande novidade: ele, diferente do anterior, vai navegar no pequeno rio, dando a sensação aos visitantes dos caminhos da Amazônia.

A reforma iniciou no dia 4 de julho de 2011, numa parceria do governo do Estado, através do Iepa, com instituições privadas e organizações da sociedade civil. Durante o período de reforma, foram realizadas a recuperação de pisos, paredes, instalação de sistema de drenagem da Exposição a Céu Aberto, reforma e adaptação dos espaços técnicos, construção de um novo pórtico de entrada, a Praça do Sacaca e viveiro de plantas medicinais, passarelas, trilhas, maloca e bloco pedagógico, reforma da maloca multiuso, reforma dos banheiros para atendimento ao público, reforma da Praça das Etnias, trilhas, decks de descanso e passarelas, reforma e revitalização da Praça de Alimentação, recuperação e identificação do acervo zoobotânico, revitalização da comunicação visual, pintura geral dos espaços do Museu, reconstrução e reestruturação das Casas dos Povos Indígenas Wajãpi e Palikur, Casa do Caboclo Ribeirinho, Casa do Castanheiro e Casa de Farinha, reconstrução e reestruturação do barco Regatão.

A Francophonie no meio do mundo

No dia 1° de setembro professores e alunos do curso de francês do Centro Cultural Amapaense estiveram no #lecafebistrot ,localizado ...