terça-feira, 28 de maio de 2013

Selo "Os mais belos vilarejos de França"


A vila de Baume-les-Messieurs no Jura-França é classificada com o selo de um dos mais belos vilarejos de França. Fui visitar esse lugar de beleza natural e cultural na entrada o selo "LES PLUS BEAUX VILLAGES DE FRANCE". Esse selo turistico nasceu de um encontro entre um homem e um livro em 1981. O livro publicado pela Seleções Reader’s Digest, o homem era Charles Ceyrac, prefeito de Collonges-la-Rouge. Nesse livro ele encontra um meio de pormover sua paixão unindo forças para proteger e promover o patrimônio de excelência e lhes oferecer uma alternativa à emigração rural. Ao todos foram 66 prefeitos que se uniram a causa e assim ficou oficializado sua criação em 6 março 1982.

Hoje a associação conta com 157 vilas com base em 21 regiões e 69 departamentos. As diretrizes dessa associação é Evitar as evasões das vilas-museus sem alma e trasnforma-las em parques de atrações, reconciliando-as com o futuro, valorizá-las em todos os sentidos da gastronomia às riquezas naturais e culturais. Essa era a ambição racional e apaixonada de seus criadores. •
No proximo post vou colocar algumas fotos da viagem :)

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Bolo de festa tradicional francesa


A peça montada "pièce montée" é o produto chave de um casamento francês. Este bolo que normalmente se apresenta em forma arquitetural mudou com o tempo seus ingredientes se adaptando através das história dos casamentos. Segundo o dicionário da Academia Francesa ela se define assim «uma confeitaria em tamanho grande, arrumado de maneira graciosa imitando as formas arquitetônicas ».
A pièce montée é uma sobremesa servida tradicionalmente no fim de um casamento, de um batizado, comunhão ou de uma festa comemorativa.
Pièce Montée - Foto: Pinterest
Essa delicia tradicional francesa é feita com a massa chamada "pâte à choux" que pode ser doce e salgado. 
A história dessa delicia de dia de festa nasceu na Grécia antiga. Os bolos eram simples nessa época e eram feitos a base de farinha e cevada (simbolo da prosperidadade) e de sal. O resultado dessa mistura era um pão, cada convidado deveria jogar um pedaço de pão na cabeça dos noivos afim de assegurar a fertilidade e a felicidade do casal. Anos mais tarde durante a Idade Média o pão foi substituido por pequenos pães doces que eram servidos em todos os eventos festivos. 
Reza a lenda que quanto mais a torre da peça monatada fosse alta, mais o casamento seria feliz, e assim a garantia de saude e de felicidade eterna.

Receita Básica de Pâte à Choux
Ingredientes
- 500 g de água
- 225 g de manteiga em temperatura ambiente
- 8 g de sal
- 280 g de farinha de trigo
- 450 g de ovos (aproximadamente)

Ferva a água com a manteiga e o sal. Tão logo levante fervura, acrescente a farinha de uma só vez e continue mexendo até que se forme uma bola de massa que desgrude das paredes da panela. Fora do fogo, com uma espátula ou na batedeira, com o leque, bata a massa para esfriar um pouco. Incorpore os ovos, aos poucos, misturando bem a cada adição, até conseguir o ponto certo - ponto de gancho -, conforme foto acima. Em seguida, coloque a massa no saco de confeitar e faça o formato desejado numa assadeira coberta com papel-manteiga ou sobre um silpat. Pincele com leite morno e leve ao forno a 180ºC até que cresça. Reduza a temperatura para 150ºC, abra a porta por alguns instantes para eliminar o vapor e deixe a massa secar.
Coberturas e recheios
Na maioria dos casos, o acabamento é feito com fondant. Para derreter o fondant, coloque-o em fogo bem baixo e mexa até dissolver. Acrescente o sabor desejado (café forte ou chocolate derretido, doce de leite etc). Se for utilizar chocolate, o melhor é que seja em barra e já derretido. Para chegar ao ponto certo, dilua o fondant já quente com uma calda básica de açúcar (calda para bolo). Jamais deixe a temperatura do fondant ultrapassar 40°C, o que fará com que perca o brilho. Para os recheios, utilize creme de confeiteiro puro, ou meio a meio, com doce de leite em pasta. Pode-se rechear, também, com ganache de chocolate, preparado com 250 g de chocolate meio amargo e 200 g de creme de leite fresco. 

terça-feira, 21 de maio de 2013

Pra ver a fanfarra passar :)

Durante o dois dias, 18 e 19 de maio a cidade de Pasteur, DOLE, foi invadida pelo espetáculo e a musica do mundo. Cerca de 50 concertos gratuitos com 150 artistas de cinco nações. Isso me fez lembrar a época de carnaval do Brasil, principalmente da minha cidade natal Macapá que tem o maior bloco de rua da Amazônia :)
A cada ano a comemoração de Pentecostes é comemorado com a Copa do Mundo de Fanfarras. Em sua 3ª Edição mais pessoas se juntam à essa arena de espetáculos.

Esse ano os países representados pelas fanfarras foram o Brasil, Paises Baixos, Japão, França, Rpublica Popula do Benim e disputaram do titulo 2013 da Copa do Mundo de Fanfarras.

O ambiente nesse fim de semana foi de pura musica, artistas nas ruas apresentavam seus espetáculos de criatividade, dança encantando o publico presente que compareceu em massa, apesar do tempo chuvoso. 
Eu como legitima brasileira de alma musical fui atrás do grupo brasileiro denominado Feijão Preto(Les Haricots Noirs) da cidade de Lyon que deram um show de alegria e percussão, algo que a maioria dos grupo que se dizem brasileiro deixam a desejar, mas o Feijão preto honrou muito bem o nome do Brasil nessa festa. 


Outro grupo que gostei, animou a galera foi o BLASSofGLORY um espetáculo hilariante que nos remete o hard-rock em sua essência pura. Com seus instrumentos musicais diversos como , flauta, saxofone, banjo, acordeon, guitarra entre outros esse grupo de heavy metal canta e toca o clássico da época pré-historica do Hard-rock em com suas próprias adaptações de grandes canções que embalam o mundo como: The Final Countdown(Europe),Running With the Devil (van halen) e uma interpretação espiritual de Highway to Hell (ACDC) e a minha preferida do Guns November Rain, claro tinha que comprar o CD deles, vai para a coleção! 
Quanto aos talentos circenses o que me encantou foi o boneco e a bailarina. Que harmonia de dança, equilíbrio e criatividade, um toque especial em companhia do som da musica que invadiu as ruas da cidade de Pasteur...MAS QUE NADA de Sérgio Mendes.




sexta-feira, 10 de maio de 2013

Feira Quilombola em Macapá


CONAQ. AP realizará a feira quilombola do Amapá, das Comunidades Quilombolas beneficiadas pela cestas alimentares. Esta feira além de ser uma exposição dos produtos que são existentes nas comunidades, também e uma forma de dar uma contra partida ao beneficio recebido. Varias comunidades participam com artesanatos, derivados do leite, óleos, plantas medicinais entre outras....
A CONAQ.AP esta localizada no centro de cultura Negra do Amapá, na Rua General Rondon Bairro Negro do Laguinho.
O evento acontecerá dia 11 DE MAIO ( SABADO) na UNA
Relação de Comunidades
1. Abacate da Pedreira
2. Alto Pirativa
3. Ambé
4. Campina Grande
5. Cinco Chagas
6. Conceição do Macacoari
7. Cunani
8. Curralinho
9. Engenho do Matapí
10. Igarapé do Lago
11. Igarapé do Palha
12. Ilha Redonda
13. Kulumbu do Patualzinho
14. Lagoa dos Índios
15. Maruanum
16. Mel da Pedreira
17. Nossa Senhora do Desterro
18. Porto do Céu
19. Porto do abacate
20. Ressaca da Pedreira
21. Rosa
22. Santa Luzia do Maruanum
23. Santo Antonio do Matapí
24. São João do Matapí
25. São Jose do Mata Fome
26. São Miguel
27. São Pedro dos Bois
28. São Raimundo do Maruanum
29. São Tomé do Aporema
 

Ponche elegance jur@mazonie



Procurando novos sabores para a festinha de aniversário de meu filho bolei essa receitinha refrescante, sem um grande teor de alcool.

Ingredientes
100g de frutas vermelhas (cerejas, groselhas, morangos) pode ser congelados
4laranjas
2 garrafas de Creman do Jura (ou peterlongo http://www.peterlongo.com.br/pt/produtos/champagnes-e-espumantes/elegance-champenoise-brut/)
folhas de menta/hortelã

Modo de preparo
Coloque as rodelas de laranja, as frutas vermelhas e as folhinhas de menta em uma tigela grande e cubra com suco de laranja e leve a geladeira.
Na hora de servir coloque as duas garrafas de creman e sirva :) deliciosoooooo.
Beber com moderação sempre!!!

Torta de pêra merenguê•´¯`•.


Bom dia caro leitores :) hoje vou apresentar pra vocês uma das minhas receitas.
A torta Pêra merenguê nasceu de um aproveitamento de claras de ovos depois que meu marido resolveu fazer um creme inglês para sua sobremesa com sorvete de manga, maracujá e abacaxi.
Então vamos lá ao preparo, ela é simples, fácil de fazer e de uma leveza marcante :).

Ingredientes:
1 massa de torta doce
6 pêras
6 claras de ovos
3colheres de sopa de creme de leite

creme inglês:
2 gemas
50g de açucar
1 copo de leite
3col de creme de leite
Bata as gemas e o açucar até /aumentar de volume. Em uma vasilha aqueça o leite e coloque aos poucos a mistura das gemas e do açucar e mexa até ficar uniforme, retire do fogo e deixe esfriar)
Prepare as pêras, corte em tiras e reserve.
Bata as claras em neve até ficarem firmes e coloque 8 colheres de sopa de açucar de confeiteiro ou cristal.
Em uma forma redonda abra a massa  e coloque primeiro as pêras em tiras forrando todo o fundo da forma. Em cima das pêras coloque o creme inglês e por ultimo as claras em neve e leve ao forno 180° durante 30 minutos :) 
Prontinho agora é só degustar com um gostoso café ou chocolate quente.








Calçada das Artes em Macapá 【ツ】

Alguns dos criadores do Projeto Calçada das Artes :)Ivan Amanajás, Grinoaldo, Irê Peixe, J. Sales, Amadeu Lobato, Jackson Amaral
Mais um projeto arte e #cultura para todos, ele se chama #Calçada das #Artes, ou seja os bairros e ruas da capital são transformados em locais de vernissages.
"Nosso objetivo é levar a arte e a cultura para a sociedade em geral, que também gosta de cultura, mas muitas vezes não possui acesso .Nossa preocupação é nao deixar essa casa de arte morrer, pois ela faz parte de nossa historia, e vários artistas que despontam no cenario nacional e internacional passaram por aqui. Por isso vamos continuar valorizando este grande ponto cultural em nossa cidade” Ivan Amanajas, artista plástico amapaense.

Apesar dos outros locais, o prédio do Cândido Portinari continuará sendo um dos principais pontos do projeto, foi onde esse sonho começou. Expostos na calçada na Rua Cândido Mendes no centro de Macapá obras de artistas amapaenses encantavam os passantes em uma manhã de sexta-feira 13, e essa era a 2ª edição...
Tudo começou assim, e agora um ponto fixo foi criado e fica localizado na avenida Duque de Caxias, na esquina com a rua Leopoldo Machado, no Centro de #Macapá . Os artistas também irão comercializar suas obras que variam de R$ 200 a R$ 2.000 reais e as exposições acontecerão nos domingos e feriados. As obras retratam paisagismos, pontos turísticos da cidade e imagens que simbolizam fé e devoção. 
Os autores das obras buscam com esse projeto o reconhecimento e valorização profissional. 

"A exposição tem esse título porque ela é aberta a quem quiser ver, e nosso objetivo é evar a arte e a cultura para a sociedade em geral, que também gosta de cultura, mais muitas vezes não possuem tanto acesso.Nossa preocupação é nao deixar essa casa de arte morrer, pois ela faz parte de nossa historia, e vários artistas que despontam no cenário nacional e internacional passaram por aqui. Por isso vamos continuar valorizando este grande ponto cultural em nossa cidade", diz Ivan Amanajás quando fala da arte da diversidade e de compartilhar talentos sem esquecer onde tudo começou.

Parabéns aos criadores dessa ARTitude !!【ツ
Fotos: Jornal Extra www.portalextra.com.br

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa