domingo, 27 de fevereiro de 2011

outdoors turísticos...

Na rodovia Dole/Lyon é impossível não perceber os grandes painéis turísticos que fazem a publicidade das cidades próximas. Com minha paixão pelas decobertas de cidades,fica impossível da não imaginar o que guarda cada painel, e o que descreve cada um deles através de seus desenhos que expressam a vida de cada lugar. 
A primeira vez que avistei esses painéis foi em 2007 na rodovia Dole/Paris, e me chamaram muita  atenção. Desde então comecei a pensar no Amapá, o que poderíamos colocar em nossos painéis turísticos - na rodovia BR 156 - nos municípios de Porto grande, Ferreira Gomes, Amapá, Calçoene entre outros...além de promover cada lugar através das imagens, os viajantes sentiriam vontade de  conhecer e descobrir as belezas de cada região... já estou preparando um visual para os municípios do Amapá, e em outro artigo conto pra vocês!!!
Apesar da velocidade mínima exigida de 90 km/h consegui registrar a bela exposição turística nas rodovias da França.
Vamos às descobertas...
Abbaye d'Ambronay - Uma cidade de traços históricos da época romana, situada a 55km de Lyon et 95 km de Genebra de 2247 habitantes. Renomada por seu convento de Ambronay fundado no início do século IX no reinado de Carlos Magno e por seu grande festival de musicas antigas. (veja no mapa)

Arbois - Famosa por sua produção de vinhos, é também a cidade que Luis Pasteur viveu e passou sua infância. A cidade vive e respire história, é cercada de museus, castelos antigos e a Igreja de Saint-Just do século XII com sua maravilhosa arquitetura e sua torre imponente. A cidade é visitada principalmente pela reputação de seus vinhedos, onde turistas do mundo todo vêm atraidos pela notoriedade mundial do famoso "vin jaune"chamado o ouro do Jura. (veja no mapa)
Baume-les-Messieurs - Classificada com uma das mais bonitas cidades da França, com sua magnífica paisagem entre vales e montanhas, grutas e cavernas, com falésias com vistas para os vinhedos e campos do vale de Jura.Uma descoberta imperdível entre cachoeiras e a visita ao convento imperial.(veja no mapa)
Château des Allymes - Localizada na região de Rhône-Alpes na cidade de Amberieu-en-Bugey o Château des Allymes é uma fortaleza do século XIII construido para denfender seu território na época medieval.(veja no mapa)
 Château-Chalon - Imponente com seus vinhedos e sua maravilhosa vista situada nos altos dos rochedos, uma visita nas ruas antigas com sua arquitetura em estilo medieval, é imperdível.(veja no mapa)
Ferme de la Forêt - Antiga fazenda de criação agricola do século XVI foi tombada como patrimônio histórico em 1930 fica localizada na cidade de Courtes. (veja no mapa)
La Bresse - Região de grande produção de frangos da França. (veja no mapa)
La Grange Rouge - é um centro rural de desenvolviment cultural e econômico localizado na cidade de Chapelle Naude coordendos por 100 voluntários com duas construções do século XVII. Durante o verão são organizadas feiras e brechós com mais de 25000 visitantes, o local ainda organiza concertos e peças teatrais com um teatro com mais de 1500 lugares.(veja no mapa)
Lacs et cascades - Região de lagos e cachoeiras
Lons-le-Saunier - Conhecida como a cidade do sal em homenagem ao seu passado de grande produtor de sal e sua estação de águas termais, e o Museu de Arqueologia onde abriga o dinaossauro mais antigo da França..(veja no mapa)
Louhans - Cidade em estilo medieval, chamada de cidades das arcadas por possuir uma das maiores ruas de arcadas da França, 157 no total dantando do séculoXV. Olhando para o alto podemos avistar o telhado com grafismo multicolorido que dão à cidade um ar mais alegre. O artesanato é uma das economias locais que congrega inumeros de artesões com suas obras em madeira, ferro, vidros, pedras, etc... é o saber local passado de geração à geração.(veja no mapa)
Monastère royal de Brou -  Monastério Real de Brou foi erguido no séculoXVI por Marguerite da Austria, é composto de uma igreja em estilo gótico e o monastério com três construções. Em exposiçãao  vitrais, as tumbas e esculturas são a parte mais célebre do monastério. Um museu também faz parte do conjunto de obras com sua exposição de pintura do século XVI ao XX, e estátuas em pedra e madeira datando do século XII ao XVII.(veja no mapa)
Jeux - Lunettes - Pipes - Região de fabricação de jogos (Haut-Jura), óculos (Morez) é a capital francesa de fabricação de óculos e trabalha para as maiores marcas no mundo todo, Saint-Claude - é a capital mundial do cachimbo.
Parc Naturel régional du Haut-Jura  - Reserva Natural do Alto Jura
Pavillon des Cercles -
Pérouges -

Poligny - Capital do queijo Comté, um dos mais saborosos queijos da França. Polignyabriga as maiores industrias entre outros tipos de queijos.(veja no mapa)
Le revermont - Reune as três cidades da região do Jura, Poligny, Arbois e Salins-les-bains o triângulo de ouro do Jura.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Nas ruas de Lyon...


A história de Lyon, então chamada LUGDUNUM (colina da luz ou colina dos corvos) começou no século I A.C. Eles a consagraram capital dos 3 Gaules, um estatuto que ela conheceu através da politica, da economia, do militarismo e da religiosidade.


O apogeu de Lyon: Renascença
Sua prosperidade não cessa, então, de crescer à espera do seu auge na Renascença
Desde o fim do século XV, a criação de grandes feiras e o desenvolvimento dos bancos atiram à Lyon os comerciantes da Europa inteira. Em seguida se instalam também na cidade a alta sociedade, os intelectuais e  artistas. 
A expansão continua dos séculos  XVII ao  XVIII, a industria têxtil lionesa veste e decora os ricos interiores do mundo inteiro. A cidade se desenvolve geograficamente e se equipa de hospitais, praças e edificios de qualidade e de arquitetura grandiosa.
A Revolução Francesa de 1789 marcará uma nova época sangrenta da cidade, mas logo recomeça sua expansão. Lyon vem a ser uma cidade industrial, e continua sua organização urbana com uma tendência para o estilo « haussmanien » da época. 
Uma cidade de cara nova...

O urbanismo não cessa de evoluir modificando a paisagem urbana da cidade.
Ao momento da Segunda Guerra Mundial, Lyon vem a se a capital da Renascença.Lyon adquire sua dimensão européia pelo desenvolvimento dos transportes, infra-estruturas e equipamentos culturais e a criação em 1960 do bairro de negócios "la Part-Dieu".
Um novo movimento começa nos anos 1980, a fim de melhorar as estruturas da métropole. De grandes trabalhos de organização urbana em locais estratégicos, paralelamente à uma politica de valorização do patrimônio.Em dezenas de anos Lyon vem à ser uma métropole onde se unem harmonisoamente o passado e o futuro da cidade. Estas diferentes fases da história estão gravadas no patrimônio e no urbanismo da cidade.

Bairros de Lyon...
Le Vieux-Lyon  - é depois de 1964 o primeiro setor protegido da França e um dos mais vastos conjuntos da Renascença da Europa. Ela faz parte do território classificado patrimônio mundial da UNESCO em 1999.

Lyon se organiza em torno de três edifícios religiosos:

A Catedral de Saint Jean - a mais antiga, que conserva o abside (arco) romano em estilo gótico, possui um relógio astronômico remarcável e uma rosácea central admirável. Sua capela dos Bourbons foi contruída no século XV.

A Igreja Romana Saint-Paul - com sua torre octogonal, suas pinturas de anjos musicais datadas de 1480 e sua excelente acustica propícia aos concertos.

A Igreja de Saint-George - construida no século XIX por Bossan, arquiteto da basílica de Fourvière. As casas da redondeza foram ampliadas e decoradas nos séculos XVI e XVII.
Depois de 1964 dois terços dos imóveis ganharam uma nova vida, os espaços foram restaurados e a misticidade social doi preservada no bairro. Este vasto conjunto da Renascença abriga magníficos edifícios testemunhos da riqueza arquitetural dessa época:

Praça do Carnnot

O Hotel de Gadagne - construção do século XVI, abriga o Museu de História da cidade e o Museu Internacional de Marionetes, que fazem objeto de um importante  programa de reorganização.

A Loge du Change - construído em 1630, modificado por Soufflot em 1748, ela acolhia banqueiros e  comerciantes. 

O Palácio Saint-Jean - local de residência episcopal, depois da idade média foi transformado por Soufflot em 1750, e logo após por Chenavard.

A Maison dos Avocats(casas dos advogados) - aubergue da cruz de ouro do séculoXVI, abriga uma magnifica galeria de arcadas.

Três hotéis de luxo foram construidos ao lado de hotéis modestos, e inúmeros restaurantes e comércios participam da vida diurna e noturna da cidade. O conjunto Velho Lyon estende-se a 30hectares, conta com 500 imóveis e 7000 habitantes.

Fotos:

Praça Bellecour
Roda gigante na Praça Bellecour
Praça do Ampére
Centro comercial de Lyon

Praça Bellecour
Rua Auguste Comte, o coração das obras de arte, esculturas, tapeçarias, design e decoração
Antiquários e galerias de Arte
ao cair da noite a cidade se ilumina e aumenta mais ainda o brilho natural da cidade de Lyon

domingo, 20 de fevereiro de 2011

14 anos de rali humanitário...

Participantes do rali na cidade de Lyon - Foto:Nara©hamblay2011
Durante uma visita turistica na cidade de Lyon encontrei um grupo de jovens na praça do centro da cidade à espera de pegar a estrada. Aproveitei para saber mais, e eis o que eu descobrir...uma aventura solidária excepcional!!Um projeto para ser universalizado e já estamos pensando em um provável Rali solidário Amazônia Legal :)...em breve!


4L TROPHY ™  
Em 1997 Jean Jacques REY, diretor de uma agência de viagem "Désertours Biarritz", uma apaixonado por ralis criou o "4L TROPHY": uma prova de sobrevivência en 4L no sul do deserto marroquino sem fins lucrativos com missão humanitária e pedagogica. 
O começo...
No inverno de 1996, Jean Jacques Rey e alguns amigos do Paris Dakar estão ao Mali para traçar novas pistas para a capital Senegalesa. Durante uma rodada de amigos ele lançou um deasfio “Eu gostaria muito de ter a possibilidade de fazer isso por 20 anos, descobrir o deserto e viver uma aventura excepcional”. Mais nenhum entre eles, na época, havia meios financeiros de comprar uma 4x4.
Tudo isso parecia belo e bem irreal, um sonho, e a discursão continuou despois do jantar: “ Podemos fazer com carros normais!” – argumentou um dos integrantes, “Porque não!” – exclama Jean Jacques, "Precisamos encontrar um carro não muito caro e seguro para rodar”, e o rali humanitário foi lançado...
De retorno à França, Jean Jacques decidiu testar viajando ao Marrocos em um carro popular da marca Renauld4 de fabricação do ano de 1961. A Renauld4 ultrapassa todas as provas do deserto, afirma ele, e assim nasce o rali denominado “4L TROPHY”! A mensagem do projeto é passada para os estudantes e logo aparecem mais colaboradores.
No final de fevereiro de 1998, três equipes se candidataram. Jean Jacques decide começar a preparar a partida, com sua 4X4 como apoio, um responsável de gestão em logística, um mecânico e um médico.

O rali ganha novos espaços...
Depois de ultrapassar vários obstáculos, e com a ajuda dos estudantes da universidade de ESC Rennes (Universidade Internacional de Gestão de Empresas localizada na Bretanha), em 2001 o projeto se concretiza.
Na 4ª Edição em 2001, participaram 50 carros, em 2005 somavam 460, e no ano de 2008 uma equipagem de 1000 carros.
Em 2008 a popularidade ganha às mídias com mais de 1500 artigos na mídia escrita, 46 reportagem na TV e centenas em rádios por todo o país. Podemos destacar igualmente que 60 toneladas de material escolar foram coletadas por 2000 estudantes/participantes.
Depois de 14 anos, mais de 15.000 crianças puderam ser escolarizadas graças à doação de materiais fornecidos pelos estudantes e pela população.
As cidades de partidas do rali são Paris e Saint-Jean-de-Luz.

Villages Départs de Paris et Saint Jean de Luz, Jour 1

Para este ano de 2011 os organizadores esperam que sejam atendidos mais de 20.000 crianças. A 14ª edição  começou, e durante o percurso de 16 à 27 de fevereiro podemos seguir o rali ao vivo pela internet no site da 4L TROPHY . Durante o percurso ações eco responsáveis são desenvolvidas, como o “Deserto limpo” de sensibilização ao meio ambiente.
Ponto inicial do Rali, cidade de Paris
Brinquedos também fazem parte do material arrecadado pelos estudantes
Partida da cidade de Saint Jean de Luz, sul da França
Os carros esperando o começo do rali humanitário na cidade de Saint Jean Luz , sul da França
Fotos de Lyon:

Foto:Nara©hamblay2011

Foto:Nara©hamblay2011
Foto:Nara©hamblay2011
Foto:Nara©hamblay2011
Foto:Nara©hamblay2011


sábado, 19 de fevereiro de 2011

Flores em todas as estações...

Impossivel de ficar sem flores em casa, em todas as estações elas fazem parte de nosso cotidiano e embelezam o espaço, dão graça e harmonia com cores variadas ou simplesmentes com suas folhagens em verdes diferenciados. Algumas com maneiras particulares de ações através de suas propriedades anti-poluentes. 

Anthurium ou como a chamo particularmente Flamingo vermelho

Flor da Fortuna laranja ou Kalanchoe

Spathiphyllum cupido uma das ações e um meio rápido e eficaz de purificar o ar



As bromélias imprescindíveis para garantir o brilho ecológico

Flor da Fortuna amarela ou Kalanchoe

Luck Bamboo na China é ofertado como portador de sorte e energias positivas

Flor da Fortuna laranja ou Kalanchoe

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Café e sobremesa...

Quando o sol resolve aparecer no céu de Dole é um convite para aproveitar os momentos com o astro rei. Rapidamente nos apressamos para caminhar nas ruas e praças e tomar um café com uma deliciosa sobremesa.
Um dos lugares que qprecio bastante em Dole, Hotel Restaurante Bistrot des Ecorces

Café expresso e um delicioso bolo/pudim de chocolate/amêndoas/creme de baunilha 
Rio Doubs que atravessa a cidade

Parque em frente da Sala de Espetáculos de Dole
La Commanderie - Sala de Espetáculos de Dole

A espera da primavera

A luta da natureza por uma espaço. Foto tirada na cidade de Dole - Fr, Restaurante Bistrot des Ecorces.

Bicicletas...

Bicicleta das cruzadas por Nara ©hamblay
Um dos transportes eco-responsáveis mais utilizados no mundo a bicicleta está presente em todos os momentos e para toda familia. Aqui na França ela é usada para o trabalho, lazer, turismo e esporte, ou seja participação integral na vida do europeu.  Um dos meios alternativos de mobilidade para conter o caos no trânsito, sustentabilidade, saude entre outros.
Durante minhas caminhadas encontrei esta inusitada bicicleta estilo cruzadas, e em cada esquina, rua e cidade a bicicleta é um veiculo de locomoção indispensável.
Estação de bicicleta no centro da cidade de Lyon
Os parques de bicicletas são instalados nas cidades para o deslocamento dos habitantes. Um serviço colocado à disposição pela prefeitura que propõe aos usuários uma bicicleta para seu uso com o pagamento de uma taxa conforme o tempo de utilização (horas, diárias, mensalidade ou por ano).Cada bicileta é ligada a um terminal que constitue uma estação, depois de identificado o usuário pode começar a utilizá-lo conforme o tempo pago. A gestão informática do parque permete de verificar o estado das biciletas, controlar a quantidade e disponibiliá-las dependendo da demanda. Na França, o primeiro sistema de parque de bicicletas foi criado na cidade de La Rochelle com suas bicicletas amarelas desde 1974, e o primeiro parque informatizado permitindo que os usuários pudessem usar cartões magnéticos, foi instalado em 1998 na cidade de Rennes. O maior e mais importante está localizado em Paris com mais de 20000 bicicletas disponibilizadas aos usuários.



As bicicletas amarelas da cidade de La Rochelle desde 1974
Conheça PARIS de bicileta!!!
Os triciclos também têm seu espaço em vilas e cidades na cidade de Lyon o « Cyclopolitain » é a primeira companhia da nova geração de transporte na França. Dirigidos por jovens chamados de “Cyclonautas” que se deslocam em todo o centro da cidade. Uma solução de transporte muito bem-vinda para os idosos que aproveitam para um passeio no centro da cidade, fazerem suas compras, viagens, e visitas culturais.
Pega a sua e aproveita para pedalar!!!
Triciclo no centro da cidade de Lyon

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa