domingo, 30 de junho de 2013

Centro da cidade bordolesa


A quinta cidade mais populosa da França Bordeaux respira e inspira cultura. Para se chegar ao centro um uma rede de trens, que ajuda bastante no trafego do dia a dia e facilita o deslocamento da população. Não dá para fazer comparações entre o Brasil e a França, cada um tem suas particularidades e seus problemas...mas confesso que quando vejo esse sistema de harmonia com o povo penso sempre no Brasil, tenho certeza que um dia chegaremos lá.
Mas continuando meu passeio por Bordeaux a passagem custa 1,40(cerca de 5 reais) o que garante 1 hora de viagem em trem ou em ônibus. A principal linha é a A que leva diretamente ao coração da cidade. Comecei descendo no Port de Bourgogne e fui aindando pela orla do rio Garone apreciando o visual.

Nas margens do rio Garone uma pista ciclavel circula todo o rio levando mais uma opção de deslocamento para a população.

Mais adiante uma parada na Maison Ecocitoyenne  com varios olhares para o jeito de viver ecoresponsavel,  um espaço de exposição e trocas de idéias para um ambiente melhor de se viver em harmonia homem e natureza. Vale a pena visitar, é interessante e podemos encontrar um pedacinho do Brasil em forma dos cosméticos da marca NATURA que estão expostos como um dos produtos eco-responsaveis e de acordo com as normas do meio ambiente e da equitabilidade.



A cidade de Bordeaux é plena de espaços natureza, com cerca de 15m² de area verde por habitante, ela dispõe de parques e jardins remarcaveis que são conhecidos em toda a França. 

Alguns passos do jardim encontramos o espelho d'água lugar de frescor principalmente no verão quando a temperatura sobe o jatos de água que fazem a alegria dos grandes e pequenos :)


O maior departamento da França, a Gironda


Pela segunda vez fui visitar essa região da França cobiçada pelos seus vinhos degustados no mundo todo, os bordoleses. A produção de vinhos seduz dia apos dias o mundo, além de ter um patrimônio arquitetural invejável de mosteiros, fortalezas, castelos, catedrais, moinhos e faróis estão por toda a região visiveis em cada parada de cidade em cidade.
De Pyla-sur-Mer à Soulac os balneários convidam a um banho de mar e ao prazer da degustação de ostras acompanhadas de um otimo vinho. O verde florestal é também um de seus patrimônios naturais além de sitios arqueológicos. 
Nessa segunda viagem começou em Bordeaux, Soulac, Pyla-sur-Mer, Libourne, Saint-Emillion e terminando pela festa do vilarejo de Moulon ao som do forrozinho :) Para minha surpresa nessa cidade encontrei um grupo musical nos ritmos do Brasil que se chama Forrozinho (Fotoabaixo e link facebook)
www.facebook.com/pages/Forrozinho/107337772657915?fref=ts

pé na estrada...


Bom dia :) Depois de duas semanas em férias familiares eis eu de volta para compartilhar experiências vividas durante nossa caminhadas, encontros, lugares marcantes, novos sabores, e a certeza que o que faz a diferença de cada lugar do mundo é a receptividade de cada cultura que descobrimos, o modo de sorrir dos quatro cantos do globo define onde a gente quer armar a barraca :) 

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Casa eco-cidadã a Bordeaux

Situada nas margens do rio Garonne, a Casa Eco-cidadã é um espaço dedicado ao cidadão que procura aplicar no dia a dia a sustentabilidade. A casa é um centro de recursos pedagogicos e ludicos da sustentabilidade, um local de exposição e um espaço de trocas de novos métodos de viver e praticar .


A missão desta casa é de compartilhar a realidade de cada um, agindo e mudando o comportamento do ser humano frente aos desafios da proteção ao meio em que vive preservando o planeta. Assim a sensibilização e o desenvolvimento duravel contribuem para o engajamento consciente dos individuos em sua relação social e com o meio ambiente.
Entre os vários meios de uso de produtos eco-responsaveis está a marca de cosmético brasileira NATURA. 


segunda-feira, 10 de junho de 2013

Conheça 2 regiões da França por 18 euros


Se você está em Paris e quer conhecer duas regiões emblematicas da França essa rota vai ajudar :)
O Conselho General de Borgonha em parceria com a empresa SNCF criou esse atrativo passeio por um preço baixo e accessivel.
Para uma viagem a Borgonha e o vizinho Jura o tour começa pela estação Paris-Bercy às 15h38 e chega a Dijon  18h30 e a partida somente no outro dia as 19h29 com chegada em Paris às 22h22.
Você tem um dia para visitas na região por apenas 18 euros.
Essas ofertas são validas somente nos sábados e retorno nos domingos e funcionam o ano todo.
Aqui você escolhe seu destino:
Site de reserva e compra: one.secutix.com/tnsa7/live/shop/EFF/ACT_BOU/ts/event/index.php


domingo, 9 de junho de 2013

Grafite cultural

Grafite de Luis Pasteur, o cantor Thiéfaine(cantor-compositor e interprete francês) e o escritor, dramaturgo e cenarista Marcel Aymé
Esssa semana para minha surpresa ao chegar em casa me deparei com esse muro de cultura. Um artista gráfico, que ainda não descobri o nome, expôs seus trabalhos em uma das ruas da cidade de Dole. Nas telas três personagens célebres da região e da França, entre eles um conhecido no mundo todo, Luis Pasteur.

Luis Pasteur é considerado como um dos pais da microbiologia, ele se deu de corpo e alma para fazer avançar a ciência e a medicina. Durante sua carreira ele não somente descobriu a vacina contra a raiva, Luis Pasteur também participou através de suas pesquisas cientificas a fermentação e ao desenvolvimento de vacinas. Nascido em 27 de dezembro de 1822 na cidade de Dole no Jura passou toda sua infância. Sua capacidade de aprendizado surpreendeu seus professores e ao término de seu nivel médio ele parte para a cidade de Paris em busca de aprofundar seus conhecimentos na Escola Normal Superior de Paris. Ele atua como professor em Dijon, Strasbourg e na Universidade de Lille.
www.thiefaine.com
Seu nome é Hubert Félix Thiéfaine nasceu na cidade de Dole é cantor, compositor e intérprete entre os temas de suas composições estão a loucura, a critica social,  e a morte. Os escritores que lhe inspiram são Baudelaire, Rimbaud e Lautréamont e alguns outros artistas como Manset, Gainsbourg e Léo Férre.
Marcel Aymé ( é um dos meus escritores favoritos. Escritor cenarista, dramaturgo com inumeras obras voltadas ao publico infanto-juvenis como os contos do Chat Perché. Ele trilha os caminhos viajando pela leitura, e assim se distancia da tristeza de ter perdido sua mãe .Um apaixonado pela literatura, mas também pelas novelas e peças de teatro. 
Politicamente era considerado um homem de esquerda.
Em suas obras aparecem a caracteristica de seus pensamentos e valores e descreve a sociedade sem hipocrisia recorrendo muitas vezes a ironia o que não agrada a critica da época. Mas a literatura não vive para um grupo de criticos e sim para os seus leitores, os quais lhe dão crédito sendo aclamado pela popularidade de suas obras.
Sua visão por vezes é sombria...a hipocrisia, a avareza, a violência, o medo aparecem em suas obras, assim como a amizade, a bondade, a indulgência e a coragem. Ele descreve a sociedade de maneira muito realista ao estilo Balzac ou Zola.Seu imenso talento não era suficientemente apreciado pelos literatas da época, sua produção era abundante e deixou varias obras importantes 17 romances, várias dezenas de novelas, um dezena de peça teatrais e mais de cento e sessenta artigos. A ignorância pela qual a critica e os manuais de literatura deixaram de lado durante trinta anos obras desse grande autor é de um escandalo cultural.
Um monumento e uma placa em sua memória foi inaugurada na Praça Marcel Aymé no bairro de Montmartre a Paris. A estátua foi realizada por Jean Marais em 1989, e evoca o passe-muralha um dos personagens surrealistas de uma de suas mais belas obras escritas.

terça-feira, 4 de junho de 2013

Terroir Jura pelo Chef Joël Cesari de Dole

Chef étoilé Joël Cesari, www.lachaumiere-dole.fr
Um encontro com o Chef cozinheiro francês Joël Cesari para conhecer um pouco mais da cozinha regional do Jura.
O ponto de encontro foi a entrada do mercado da cidade, assim poderíamos fazer uma visita pelos produtos do terroir do Jura.
Na hora marcada ele estava lá com seu lendário óculos colorido, de design inovador, sempre dando atenção as pessoas que paravam para cumprimentá-lo. Então ele disse "vamos começar por um café, ai podemos conversar".
Minha idéia é de, ainda esse ano em Macapá, fazer uma exposição de fotos e produtos da região do Jura, estou ainda procurando parceiros, mas ele já é um com certeza, adorou a idéia, além do quê como ele mesmo disse "não há melhor vitrine ao mundo que a Amazônia para apresentar o terroir e sabor do mundo"
Fechadooo!!!
No café no centro da cidade, ele tirou seu bloco de notas e começou a fazer perguntas, principalmente sobre quais seriam os produtos da Amazônia que poderíamos achar por aqui, pois a minha idéia é além de descobrir a pratica da cozinha francesa criando um menu que une duas regiões de grande terroir a Amazônia e o Jura. Uma visita aos vinhedos da plantação até o produto, visita ao chocolateiro mais famoso da região Edouard Hirsinger e a famosa fortaleza que guarda os maiores queijos da região Fort des Rousses, onde são envelhecidos e saem com sabor mais apurado :) Já me disseram , olha o cheiro é desagradável rs...mas vale a pena!!!

Logo após o café fomos ao encontros do produtores locais que vendem seus produtos no mercado central de Dole. No caminho encontrávamos muitas pessoas que paravam para falar com ele, foi uma peregrinação até chegar nas bancas de legumes e frutas .
Enquanto eu falava um nome de fruta e legumes ele logo me dava uma receita e começava a descrevê-la como uma poesia...realmente ele escolheu a profissão certa de acordo com seus dons, pois ele tem a habilidade de transformar palavras em receitas em um piscar de olho :)
Há 25 anos ele começou sua carreira de cozinheiro despertando os cincos sentidos através de sua busca pela perfeição da cozinha em seus quatro elementos. Sua paixão, é a razão de realizar essa profissão com prazer de adequar suas receitas aos desejos de seus clientes. 

A proxima para foi a Queijaria Comtoise que fica em uma ruela do centro da cidade medieval de Dole e inciou seu comércio de queijos na década de 30. Somos recebidos por Madame Ghislaine e seu esposo Philippe Garnichet. Uma breve apresentação dos queijos da região e descemos em direção à cave. 



domingo, 2 de junho de 2013

Chocolate quente a Paris :)


Quatro lugares imperdiveis para um ou mais chocolates quentes a Paris :) 
A★☆ 
JEAN-PAUL-HEVIN 231 Rue Saint-Honoré - Métro : Tuileries
Logo na entrada desse espaço apurado e chique vocpe encontra o bar a chocolate. No menuchoco do tradicional aos sabores raros passando pelos exóticos como banana, pimenta ou ainda ...ostras ao chocolate para os mais aventureiros.Você ainda pode escolher uma guloseima MADE IN FRANCE.
B★☆ 
PUERTO CACAO 2 Rue Théophile Roussel - Métro : Ledru-Rollin ou Bastille ° www.puerto-cacao.fr
Um bar ao chocolate artesanal aqui você encontra essa bebida quente ética e equitavel diretamente dos produtores na Venezuela. Mil escolhas de sabores, do exótico ao mais apurado para você saborear no puerto, ou levar para passear
:)



C★☆
ANGELINA 226 Rue de Rivoli - Métro : Tuileries°www.angelina-paris.fr
Fundado em 1903, Angelina é um estabelecimento sempre lembrado em diversos artigos e revistas sobre lugares de degustação de Paris. Sempre encontramos uma longa fila de espera mas vale a pena para degustar as delicias em chocolate que é chamado de «O Africano» pelos parisienses. Um ar de Bela Epoca se instala ao entrar nesse lugar com o charme dos aristocratas de uma época passada :).
D★☆
Jacques Génin- 133 Rue de Turenne - Métro : Filles du Calvaire
Uma fila de espera que vale a pena para degustar o chocolate quente desse celebre chocolateiro. Um salão de chá, confeitaria e chocolataria que foi inaugurado em 2008, um espaço antes utilizado pelo famoso costureiro Yves Saint Laurent.Uma sobremesa muito pedida é o mil folhas de baunilha e chocolate amargo vindo diretamente de seu laboratorio no andar superior.

Jacques Génin

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa