terça-feira, 31 de maio de 2011

Londres em 6 dias...

Colégio Notre Dame de Mont Roland
O Colégio particular de Notre Dame de Mont Roland foi fundado pelos jesuítas em 1582, ele está localizado no centro da cidade de Dole. Um dos poucos colégios que tem como um dos idiomas principal o português. Além de seu perfil disciplinar, recebe alunos de todos os continentes, e faz do seu estabelecimento um lugar de diversidade, procurando sempre zelar pela integração e o bem-estar dos jovens estudantes.
O acompanhamento educativo é uma realidade vivida diariamente no colégio; acompanhar, ajudar, enquadrar, estimular, são os verbos conjugados no presente por toda a equipe de Mont Roland.
O colégio também acolhe os estudantes que desejam estudar em internato. Uma equipe está a disposição em permanência para receber e oferecer o melhor atendimento entre o tempo de estudo e lazer.

Classe da 3éme 
Um brasileiro também faz parte do grupo que partiu nesta sexta-feira, dá para conhecer as havaianas no pé :)



Abertura para o mundo...
Na sexta-feira (28/05/2011), os alunos da 3éme viajaram para Londres para um intercâmbio linguístico e  para descobrir as rotas históricas inglesa. Uma oportunidade ímpar para os jovens que aprenderão na prática o que estudaram nos livros. Um etapa indispensável para compreensão dos hábitos e línguas estrangeiras e de conhecer de perto o modo de vida além das fronteiras francesas.
O intercâmbio é coordenado pela professora de Inglês Mme Germain e o professor de história M. Chekub

Programação de descobertas...
BBC 

Museu da Guerra

Museu de História Natural

Museu de Ciências

HMS BELFAST (o unico navio conservado da Segunda Guerra Mundial pelos britânicos)

Museu de cera MME TUSSAUD

Torre de Londres

BIGBEN

Troca da guarda imperial

10 Downing street

Whitehall

Trafalgar Square

Picadilly Circus

Regent Street

Château de Leeds



Convento da Visitação...

Convento da Visitation na cidade de Dole
A Universidade de Dole foi criada em 1423 por Philippe le Bon. Ela se integrou ao colégio São Jerônimo (Saint-Gérome) também chamado de Visitação (Visitation) graças aos beneditinos.
De 1826 a 1977 era denominado de Colégio São Jerônimo a fim de receber e formar os noviços beneditinos na universidade de Dole. Fundado no final do séc.XV pelo beneditino comtois Antoine de Roche, professor doutor da universidade de Dole, e prior de monastérios.
O prédio era um dos mais bonitos e espaçosos da cidade, e recebia hóspedes ilustres dos estados da região de Franche-Comté. Foi em grande parte reconstruídos no início do séc.XVII, depois da partida da universidade, o prédio virou um simples convento. Vendido como bem Nacional à particulares, ele foi retomado pelas irmãs da Visitação em 1826.

Em 1978, foi renovado para receber salas de serviços públicos e as associações da cidade de Dole.

A capela do convento...
A capela foi recentemente reabilitada e transformada depois de dezembro de 2007 com o nome de auditório Karl Riepp, é sala de concertos musicais e de lições de órgão para o Conservatório regional.
O conjunto de 12 estátuas esculpidas em pedra, foi criado para decorar a capela do colégio beneditino, encomendada no início do séc.XVI por seu fundador Antoine de Roche (1420-1505). Ela associa o antigo testamento, representado pelos profetas, e o novo testamento representado pelas esculturas dos apóstolos em pé.
Antigo Testamento - rosto dos profetas
Novo Testamento - Estátuas dos Apóstolos
As estátuas foram levadas para a basílica de Notre Dame de Dole em 1817, e hoje foram reintegradas em seu local de origem.
Em 9 novembro de 1998 o convento foi inscrito como monumento histórico.
 Bruno, na foto a direita é o responsável pelo prédio do convento e conhecedor de toda sua história.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

cereja, lar doce lar...

Depois dos morangos é a mais popular das delicadas frutas vermelhas e saborosas. Um fruto carnudo, arredondado em várias tonalidades sendo o vermelho o mais comum.

Quando consumido ao natural tem propriedades refrescantes, diuréticas e laxativas, rica en tanino, consumida em excesso pode provocar problemas estomacais, não sendo aconselhável consumir mais de 200 ou 300 gramas da fruta por dia. Cultivada em regiões frias a cereja contém proteínas, cálcio, ferro e vitaminas A, B,C e D.
Ela é usada também em fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas, como o Kirsh, o Cherry e o Marasquino.
Uma receita simples e tradicional de geléia artesanal MADE IN JURA para você :)

Geléia de Cereja 
( pode ser substituída pela acerola)

Ingredientes

 1 kg de cerejas
 500 ou 600 g. de açucar cristal
 Suco de 1 limão
Modo de preparo

Lave-as e tire os caroços.Em uma panela, faça um xarope com 20 cl d'água e o açucar.Coloque as cerejas e o suco de limão assim que o açucar estiver dissolvido. Mexa bem e deixe cozinhar lentamente durante 15 minutos em fogo vivo.

Um vez chegada a consistência desejada, coloque a geléia em potes esterelizados.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Dia Mundial para um Turismo responsável...



2 de junho 2011
Impulsionado pela *CITR (Coalition Internationale pour un Tourisme Responsable), este evento é organizado pelo 5º ano consecutivo. Nesta ocasião, um grande colóquio será organizado no dia 1º de junho no Conselho General da Ilha de França(Paris). Como todos os anos um país é homenageado, e o selecionado para 2011 foi a África do Sul com o tema « O turismo durável: quais as garantias? ».
Com o perpétuo desenvolvimento do turismo internacional, particularmente nos países do sul, é interessante de   se perguntar sobre a legítimidade dos projetos elaborados em seus territórios. Por isso a cada ano depois de 2007, o Dia Mundial para um turismo responsável abre um debate entre as instituições e profissionais do setor. Os temas abordados variam anualmente assim que os países e as região colocadas em pauta.
 O TURISMO DURAVEL: QUAIS AS GARANTIAS ?
O ano de 2011 é voltado para a questão da certificação dos avanços do turismo durável. Respeito ao meio ambiente e a autenticidade sócio-cultural das populações locais e a repartição equitável  dos benefícios socio-econômicos entre as diversas partes concernantes que estão na base. 
Diferentes pontos serão abordados. A origem de nível de qualidade é uma garantia ao turismo durável? Há  soluções alternativas para a garantia? Diversas iniciativas no sentido de um turismo respeitoso tem sido desenvolvido através do mundo inteiro com impactos variáveis. Um dos sujeitos debatidos criará um selo de qualidade internacional que dará crédito aos selos nacionais, a maneira de certificação FSC(Forest Stewardship Council) para as florestas.
Para responder todas as perguntas, 200 profissionais do setor publico e privado (ministério francês, sindicatos,hotelaria, agências de viagens, comunidade...) estarão reunidos no Conselho General da Ilha de França no dia 1º de junho. Todos são convidados para fazer parte com suas idéias e projetos partilhando experiências em matéria de turismo durável.
A homenageada, a  África do Sul é uma pioneira em matéria de turismo equitável. Com seu próprio selo de garantia de turismo durável o FTTSA (Fair Trade in Tourism South Africa), uma certificação independente que é atribuída aos estabelecimentos turísticos que respeitam os critérios seguintes: Salários justos e condições de trabalhos éticos, coleta e redistribuição dos benefícios, praticas do comércio equitável e respeito aos direitos humanos, das culturas e do meio ambiente. Entre outros, a África do Sul investe pesadamente em seu patrimônio natural para desenvolver sua atividade turística, desenvolve igualmente projetos necessários para sua preservação. As suas zonas terrestres e marítimas são protegidas e em forte expansão.
Ecothanda lista os sitios turísticos da África do Sul que adotam os critérios de turismo responsável: www.ecothanda.com/mapview/

* O CITR agrupa hoje profissionais do turismo, ao todo 136 em 52 países através do mundo enganjados para um turismo responsável, assim que um comitê de três especialistas dos três pilares do desenvolvimento durável (econômia/equitável, social/cultural, meio ambiente/biodiversidade)

segunda-feira, 23 de maio de 2011

receita de croissants nham nham...




Ingredientes (10 a 12 croissants) 
- 250 g de farinha de trigo
- 50 g de açucar granulado
- 125 g de manteiga
- 20 g de fermento de padeiro
- 12 colheres de água quente
- 1/2  de café de sal


Preparação :
Dissolva a farinha de trigo na água quente.
Coloque  em uma tigela, junte o sal, o açucar e o fermento dissolvido em água morna.
Sove a massa até ficar homogênea. Se ela ficar seca junte mais um pouco de água e misture novamente.
Cubra a tigela com um pano e deixe aumentar de volume durante  1h30. A massa deve no mínimo dobrar de volume.
Sove a massa novamente, cubra com o pano e leve ao refrigerador por 1 h. Tire do refrigerador e  sove mais um pouco e retorne por mais 30 min.
1.Abra a massa em retângulo 2. Coloque 2/3de manteiga

Dobre em três partes
Deixe repousar por alguns minutos e abra a massa com espessura de 3mm
corte em retângulos e enrole como na foto acima

 Coloque em uma chapa e cubra com pinceladas de gema de ovo. 
Leve ao forno(220 à 250°C) durante 20 a 25 minutos.


VOILA BON APPETIT!!!

Linha das Andorinhas...

Uma trilha paranorâmica, que oferece ao viajante uma vista paisagística da região do Jura, sua história e seu patrimônio.

Uma das mais belas linhas ferroviárias da França!
A Linha das Andorinhas atravessa a região do Jura de ponta a ponta, ligando a cidade de Dole à Saint-Claude. Mais de 120km de viagem entre o céu e a terra, entre campos e montanhas. Atravessa em 2h30 a segunda maior floresta da França "Forêt de Chaux", os vinhedos de Arbois, o vasto platô de Grandvaux, o vale de Bienne…
Um panorama inesquecível desfila ao longo da trilha da Linha das Andorinhas.
Ela possui numerosas obras de arte das mais impressionantes. Para percorrer os 123km que separam Dole e Saint-Claude, a linha passa em 36 tuneis e 18 viadutos. Ela passa de 200m de altitude(gare de Dole) à 948m (seu ponto culminante, o Col de la Savine) antes de descer à 440 m de altitude a Saint-Claude. 

UMA VISTA PANORÂMICA SOBRE A REGIÃO DO JURA
através dos viadutos aq paisagens séao transformados em obras de arte intinerantes!!

Entre Dole, cidade Natal de Luis Pasteur, e Saint-Claude, capital do cachimbo e do diamante, os viajantes descobrem um maravilhoso patrimônio. Eles penetram nos arredores de Dole, na floresta "de Chaux", segunda floresta de folhagens da França.

Em Arc-et-Senans, a Salina Royale os sonhadores da cidade ideal. Esta salina, classificada como patrimônio mundial da UNESCO em 1982, constitui um monumento histórico importance. Imaginado pelo arquiteto Claude Nicolas Ledoux, ela foi construída de 1775 a 1779.


Veja as cidades onde passa a linha das Andorinhas:
Dole

Arc-et-Senans

Mouchard

Andelot-en-Montagne

Champagnole

Chaux-des-Crotenay

La Chaumusse - Fort-du-Plasne

St Laurent-en-Granvaux

Morbier


Morez
St Claude

Centro de Cultura Franco-Amapaense...


  
Ateliê de “ cuisine française” 
  
(Entrada, prato principal e sobremesa)
23, 25 e 27 de maio
Horário: 15:30
Ministrante: Profa Dra. Brigida Ticiane
Vagas: 10
Pré-requisito: Alunos do 3o nível do Centro de Língua e Cultura Francesa Danielle Mitterrand
Inscrições no Centro Cultural Franco Amapaense
OBS: Os gastos feitos para a preparação dos pratos serão divididos entre os participantes.

Quinta DOC
26 de maio

Filme: Maio  68
Mediadora: Com a historiadora Prfa Kátia Cardoso
Horário: 19h
Público: Alunos da Escola Paulo Melo, UEAP e Gabriel de Almeida Café








27 de maio
CINÉ DANI
Filme:Le Pacte des Loups
Horário: 19h
Responsável: Prof. Aldo César (Centro Danielle Mitterrand) 
Sinopse:
 Estilo é o que não falta em O pacto dos lobos (Le pacte des loups, 2001), um dos maiores sucessos de bilheteria na França em 2001. O filme relata os ataques da besta de Gévaudan, criatura que atacou e dilacerou dezenas de mulheres e crianças nas regiões rurais de Auvergne e Dorgogne entre 1764 e 1767.
Baseado em fatos reais, o caso foi amplamente registrado pela nobreza local e atraiu a atenção do rei Luis XV, que destacou homens e ofereceu recompensas para quem capturasse ou matasse o suposto monstro. Pouco tempo depois, foi morto um enorme lobo e os ataques cessaram para sempre. Isso, na realidade... porque no filme, a história está bem longe do seu fim.
O pacto dos lobos começa em 1794, em plena revolução francesa. Seu narrador, Thomas dApcher (Jérémie Rénier), está prestes a ser decapitado pelas massas revoltosas e decide revelar o segredo dos eventos ocorridos em Gévaudan tantos anos antes. Uma história que envolve lobisomens, aristrocratas, sociedades secretas, um índio Iroquai, artes marciais, rituais profanos, espadachins, totens animais, peiote, prostitutas e o Papa. Precisa de mais argumentos? Desde The Matrix eu não assistia a um filme com lutas tão estilosas, bem coreografadas e originais.
O pactos dos lobos
(Le pacte des loups) França, 2001
Direção: Christophe Gans
Roteiro:Stéphane Cabel / Christophe Gans
Elenco: Samuel Le Bihan, Vincent Cassel, Emilie Dequenne, Monica Bellucci, Jérémie Rénier, Mark Dacascos, Jean Yanne, Jean-François Stévenin



Projeto de Prevenção de drogas nas escolas
1ª Palestra: Ame a vida, não use drogas
Ministrante: Profa Odete Barroso
Dia: 27/05/2011
Horário: 15 ÀS 17 horas.
Agentes envolvidos: Alunos de 1ª à 4ª séries das escolas que participaram das oficinas de prevenção as drogas nas escolas.
E.E. Princesa Izabel
E.E. Modêlo Guanabara
E.e. José de Alencar
E.E. Coaracy Nunes
E.E.Antônio João
Sendo 20 alunos por escola: totalizando 100 alunos.
Local: Auditório do Centro Cultural Franco Amapaense

Objetivo:
Proporcionar momentos de informações aos alunos das escolas participantes das oficinas, sobre o uso indevido de drogas e suas conseqüências, enfatizando os fatores de riscos existentes no entorno das escolas e na sociedade em geral.

Dia 27
Vernissage Grupo Juçara
Horário: 19:30
Local: Salão Toulouse Loutrec

28  de maio
17h – Club philo -      O Clube de filosofia  organiza uma conversa informal sobre As três ecologias de Félix Gatarri. Por Hebert Emmanuel, coordenador do Curso de Filosofia da UEAP

28 de maio – Sábado à francesa
Dia 28
Projet Interculturel Salle de Lecture quatrième Édition 28 mai.
Horário: 19:30 h
Concurso : Vive la cuisine : française!
 Savez- vous préparez la Quiche?
Inscrições : Centro Cultural Franco Amapaense
Regulamento :
Programação :
Abertura : La cuisine française. Quelle merveille !
Por :
Apresentação de  sax por Victor Hugo
Apresentação de poesia : Profa   Socorro Santos e Adriana Abreu
Apresentação de violino: Milena Queiroga Silva
Entrega do prêmio  “ Vive la Cuisine Française”
Apresentação  do baterista  Lucas Batista

Ateliê: O Contexto Histórico na arte de vestir ( história da moda)
Período: 30/31 de maio e 01 de junho.
Ministrante: Profª Kátia Cardoso.
Horário: 15 h às 17 h
Objetivo: Compreender que o ato de vestir não está isolado do contexto histórico.

2ª Palestra: Seja dependente do amor: Droga é um terror

Dia: 31/05/2011
Horário: das 15 às 17 horas.
Agentes envolvidos:
Alunos de 5ª à 8ª série das escolas que participaram das oficinas de Prevenção às drogas nas escolas:
E.E. Zolito Nunes
E.E. Castelo Branco
E.E. Lauro Chaves
E.E. Sebastiana Lenir
E.E. Santa Inês
E.E. Antônio Cordeiro Pontes
 Sendo 20 alunos por escola, totalizando 120 alunos.
Objetivos:
-Proporcionar momentos de informações aos alunos das escolas participantes das oficinas, sobre o uso indevido de drogas e suas conseqüências, enfatizando os fatores de riscos existentes no entorno das escolas e na sociedade em geral.
-Despertar o interesse dos educadores e alunos, na busca de ações coletivas preventivas contra o uso indevido de Drogas.


+informações:
http://www.francoamapaense.blogspot.com/

domingo, 22 de maio de 2011

pão tradicional MADE IN JURA...



De 9 au 16 mai 2011, a festa do Dia do pão em toda França !
Uma vez por ano a festa do pão é comemorada em toda França. O padroeiro dos padeiros franceses é Saint-Honoré. Durante 7 dias o pão e outros produtos elaborados pelos padeiros são colocados em evidência. 
Criada 1996 pela iniciativa Jean-Pierre RAFFARIN, na época Ministro das Pequenas e Médias Empresas, do Comércio e do Artesanato no intuito de: de difundir a profissão de padeiro, pormover a profissão e a troca de experiências entre os profissionais.
Entre outras atividades os visitantes tiveram a oportunidade de meter a mão na massa , assim como as crianças em oficinas de pão artesanal. 
Uma descoberta saborosa!!!



Na região do Jura a festa tem local nas barracas do 14, na vila de VIEILLE-LOYE, unica vila localizada na floresta "FORÊT CHAUX", a segunda maior floresta da França.
Minha primeira visita à Festa do Pão foi em 2009.
Descobrir o segredo dos padeiros franceses e ter a oportunidade de ver de perto a produção como antigamente, em fornos a lenha e de degustar o sabor regional do Jura.


Uma ocasião para lembrar o bom pão com o nome: O PÃO DE TRADIçÃO FRANCESA!

Particpando da gande festa estavam também artesãos regionais e produtores de vinho que vieram juntar à mesa mais sabor.
Representantes dos vinhedos Philippe VANDELLE
Artesão do Jura

No próximo artigo eu posto as receitas!!!

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa