quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Seaview nos recifes de corais°°°



Uma viagem de sensibilização e preservação das espécies de uma das 7 maravilhas naturais do Mundo, 
A Grande Barreira de Coral Australiana.
Uma das ferramentas mais usadas no mundo o Google enriquece ainda mais a ferramenta cartográfica Google Earth com o projeto Catlin Seaview Survey. Um projeto realizado pela Universidade de Queensland (institutos de pesquisas) e a parceria do grupo Catlin Group Limited, vamos poder descobrir em imagens a grande barreira de corais da Austrália. Mais de 50 000 imagens serão disponibilizadas pelo Google Earth, Google Mapas e ainda o site de videos do YouTube.
O projeto é dirigido pelo professor  Ove Hoegh-Guldberg. O estudo servirá  para realizar um analise mais aprofundada dos corais, com o objetivo de documentar a formação e saude do ecossitemas em três fases:
SVII Câmara
1) O levantamento do recife pouco profundo, será fotografá-los com uma visão panorâmica de 360° utilizando câmaras especiais. Estas imagens serão analisadas automaticamente com a ajuda de um programa de reconhecimento de imagens, criando um nivel de referência em escala ricas em detalhes de analises cientificas, a partir de lugares ao longo da barreira de corais com mais de 2300 km. As imagens serão colocadas à disposição gratuitamente pelo Google para os cientistas do mundo inteiro como base de estudo.
2) O levantamento do recife profundo se baseia nos efeito das mudanças climáticas no ecossistema menos conhecido do planeta - os recifes de águas profundas ou de ecossistemas de corais centrais (30-100m). Ele fornecerá um estudo aprofundado da saude da biodiversidade da Grande Barreira de Coral em aguas profundas, avaliando assim a sensibilidade em relação as mudanças climaticas
3) A terceira fase do estudo é o levantamento da mega fauna. Um trabalho de etiquetagem e de observação das raias manta, as tartarugas e os tubarões, utilizando informações de seus movimentos em relação aos dados oceanograficos.Um estudo importante, pois não existe uma base de dados aprofundados em relação aos grandes animais marinhos e sua distribuição face as mudanças da temperatura dos oceanos.



Para poder observar um dos patrimônios mundiais da humanidade, precisamos esperar até setembro 2012, para que possamos nadar virtualmente na Grande Barreira de Coral australiana.Todas informações estão disponiveis no site Catlin SeaView Survey.

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

garrafa PET-SOLAR°°°

casa beneficiadas com a luz solar - Manila/Filipinas
Um empreendedor filipino chamado Illac Diaz através da Fundação MyShelter(meu refugio) começou a desenvolver esta idéia simples e econômica que permite aos utilizadores um economia na conta de luz que necessita apenas da luz do sol para clarear as casas dos bairros mais necessitados de Manila. A garrafa solar é uma uma invenção do engenheiro brasileiro Alfredo Moser. As garrafas pets cada vez mais são reutilizadas e recicladas para a saude do homem e da natureza.
Garrafas plasticas  tranformadas em lâmpadas solares
O principio é simples: uma garrafa plastica cheia de agua, um buraco no telhado da casa e o reflexo luminoso permite as garrafas produzirel umaluz intensa comparada a uma lâmapda elétrica 50 watts.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Expo Ecodéclic 2012...

Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012
Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012
Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012
Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012Ecodéclic 2012
Ecodéclic 2012, un album sur Flickr.

Em sua 3a edição o Salão de Exposição Ecodéclic 2012 é consagrado inteiramente a vida ecologica e natural voltado para todas as pessoas preocupadas com a sustentabilidade da vida diaria.
Durante dois dias os expositores apresentam o que tem de mais econômico e ecologico para os consumidores e para o planeta com conferências e ateliês para adultos e crianças.

°°°PRODUTOS BIO
Tudo para uma alimentação saudavel e natural, os produtos rotulados BIO (frutas, legumes, pães, chocolates, etc) as bebidas (suco de frutas, vinhos, cervejas) e complementos alimentares naturais.
°°°ECO HABITAT
Soluções para construir uma habitação duravel e ecologica: Eco-construção, economia de energia (geotérmica, painéis solares...), materiais saudaveis, anti-poluição, mestre de obras, marceneiros, produtos de decoração e cuidados saudaveis para o dia a dia do homem e do planeta.

°°°BEM-ESTAR , SAUDE AO NATURAL
Idéias e métodos para aprender a cuidar de si e do planeta. Cosméticos e produtos de beleza naturais e bio, medicina natural, gestão do stress, roupas de algodão bio, fraldas lavaveis...

decoração de jardins
°°°JARDINAGEM / MEIO AMBIENTE/ ARTESANATO
Jardinagem com respeito ao meio ambiente foi um dos temas principais da Ecodéclic. Materiais de construção, jogos infantis ecolo, reciclagem de materiais. SYDOM, um dos sindicatos de reciclagem mais importante da região do Jura estava presente tratando o assunto "trio seletivo do lixo"
O artesanato apresentou stand de criações e design com materiais reciclados.
Criações com materiais reciclados 
brinquedos em papelão

Criações com o uso de madeira e papelão da Associação Bois & Carton
A recuperação desse material se faz nas ruas, empresas ou nas industrias de reciclagem da região. Madeiras de caixotes, papelão de embalagens etc. são utilizados e transformados em verdadeiras obras de arte.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

uma mãe especial°°°Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ¸.•


Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ¸.• A grande maioria das mulheres tornam-se mãe por acidente, algumas por escolha, outras por pressões sociais, e outras por hábito...

Este ano, cerca de cem mil mulheres se tornarão mães de crianças deficientes.
Você já  se perguntou como Deus escolhe as mães de crianças deficientes?
Eu sim! E chego a imaginar Deus planando sobre a terra  para escolher seus instrumentos de propagação, com o maior cuidado.
Ele observa e  dita as instruções aos anjos que o acompanham, e que escrevem em um imenso livro de registro:
_ Castro, Carlos, filho, Santo protetor: São Mateus
_ Castro, Madalena, filha, Santa protetora: Santa Cecilia
_Sanchez, Carine, gêmeos, Santo protetor:...huumm dê à ela São Cosme e São Damião, eles tem o senso divino de escutar.
Depois Deus cita um outro nome, e sorrindo diz a um de seus anjos « Dê a ela uma criança deficiente ».
O anjo intrigado pergunta:
_ Por que Senhor? Ela tem um jeito alegre!
Deus responde:
 « Porque eu daria uma criança deficiente para uma mãe que não conhece a alegria de viver? Isto seria cruel, mas, será que ela teria paciência, caso, ela acabaria por se afundar em um mar de desesperança e sentiria piedade de  si propria. Tu verás, o primeiro choque passado, ela vai se recompor. Eu a observei ontem, ela tem uma certa forma de egoismo e independência que são raros e tão necessários em uma mãe. Tu sabes, a criança que eu vou lhe dar vive em seu mundo. Ela terá que fazê-la viver em seu mundo, e isto não será  fácil.»
O anjo continua a perguntar para Deus:
« Mas, ela não acredita no Senhor!»
Deus sorri e diz:
«  Não tem importância, eu posso arranjar isto. Ela é perfeita! Ela tem o egoísmo bastante para chegar lá.»
Diz com espanto o anjo:
«  De egoísmo? E isso é uma virtude?»
Deus balança a cabeça e diz:
«Se ela não esquecer esta criança todo tempo, ela  não sobreviverá . Eis uma mulher que eu vou fazer um favor de lhe dar uma criança imperfeita. Ela não sse dá  conta ainda, mas ela tem sorte. Ela não pegara nada que não podera cuidar. Nada sera nunca banal e ordinario para ela. Quando sua criança dira "mamãe" pela primeira vez, ela tera a impressão de assisir a um milagre. Quando ela descrever uma  árvore ou um pôr-de-sol para seu filho cego, ela os verá  como pouca gente os ver. Eu vou lhe dar a ocasião de ver as coisas como eu vejo, a ignorância, a crueldade, a injustiça, isso lhe permitirá  de se sentir superior a eles. Elas nunca estarão  sozinhas. Eu estarei sempre ao lado delas em cada minuto de suas vidas, pois elas irão fazer meu trabalho tão bem como se eu tivesse sempre presente.»
Pergunta o anjo com a caneta na mão:
E para seu santo protetor quem será ? 
Deus sorriu « Um espelho será  o suficiente»


Texto reflexões da Associação de Sindrome de Down de Estrei - Canada
http://www.asdet21.org/documents/Une%20mere.pdf

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

ARTE e a missão primavera na França...

Vermes de terra,nogueiras, pássaro-xaréu , vegetação urbana, borboletas migratorias : as 6 primeiras missões da Primavera corresponde à todos os gostos.  
No dia  29 de fevereiro de 2012, é o lançamento de "Missões da Primavera" ! As midias  ja começaram a falar dessas missões. Uma ocasião de levar informações mais precisas sobre o calendario das missões, e inumeros encontros serão propostos durante todo o projeto.

Dia 29 de fevereiro de 2012, Missões Primavera fara sua abertura acolhendo o publico que ira participar dessas missões pelo planeta.A primeira missão será  «Realizar a segunda cartografia de vermes de terra direcionada à França". Uma primeira pesquisa participativa ludica, mas que responde às grandes pesquisas cientificas. Os participantes que estiverem inscritos poderão ajudar Daniel Cluzeau, da Universidade de Rennes 1, para realizar o segundo estudo nacional sobre os vermes de  terra. Desconhecidos, eles são portanto os habitantes mais importantes (em termo de volume, de massa e densidade). O unico mapeamento cartográfico que os consagrou na França data de mais de 40 anos. O conhecimento de 100 espécies subterrâneas é fundamental para entender como vivem e evoluem nos solos.
No dia 7 de março de 2012, você poderá  seguir a segunda missão, a floração  das nogueiras, para observar a chegada da primavera e constatar as eventuais mudanças (pertubadas pela recente vaga de frio que assolou a França inteira), visualizar as diferenças segundo as latitudes das diversas paisagens.

No dia 14 de março de 2012, a Missão primavera propõe a terceira missão:     observar as primeiras aparições das osgas. Saindo pelo beo tempo para captar os primeiros raios de sol, eles são as sentinelas  da primavera.
pássaro-xaréu  
Le 21 mars 2012, na quarta missão: escutar a chegada do pássaro-xaréu nas florestas. Utilisando o telefone celular e a aplicação para registrar o canto deste passaro. Na verdade é dificil de encontrá-lo, é mais facil escutá-lo.

Le 28 mars 2012, na quinta missão: observaremos a natureza nas cidades! Com o Museu Nacional de Historia Natural os participantes dessa missão, ajudarão os cientistas a compreender como as arquiteturas urbanas, os seres humanos e as plantas selvagens da cidade se comportam durante essa a cjegada desta estação.
A Bela Dama
Le 4 avril 2012, nessa sexta missão ela nos levará a seguir o frágil e mais incansável maratonista das migrações, 3 borboletas de dia. Entre elas a , la Belle-Dame, que desde a Africa do Norte atravessa o Mediterrâneo, a Europa, e mesmo os Alpes para até a Escandin á via.

As missões continuam...http://missionsprintemps.arte.tv

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

32° CBGTUR em Macapá...

/www.singtur-ap.com.br/


Este ano o 32° Edição do Congresso Brasileiro dos Guias de Turismo – CBGTUR, será realizado na cidade de Macapá com o tema "O Guia de Turismo como Agente de Integração de Culturas". O CBGTUR é realizado anualmente pela Federação Nacional dos Guias de Turismo – FENAGTUR e pelo Sindicato de Guias de Turismo do Amapá, em parceria com instituições governamentais e não governamentais. Este evento tem como objetivo integrar, organizar, planejar com temas inovantes, além de divulgar as belezas culturais e naturais e tem como um dos pontos principais a profissão de Guia turistico. 

A proposta do 32°CBGTUR é de proporcionar uma nova orientação estratégica de grande importância nesse contexto para o turismo com um tema voltado para O GUIA TURISTICO, com objetivos de troca de conhecimentos e experiências, aprimoramento profissional, favorecendo melhor entendimento e familiarização do Brasil enquanto espaço geográfico e enquanto Nação, com seu povo, cultura e acervo característicos. 

O evento pretende atingir um público estimado em 800 participantes, dentre os segmentos: Guias de Turismo do Brasil e América do Sul, Estudantes dos Cursos de Formação em Guia de Turismo, cursos de Turismo e áreas afins, Turismólogos, técnicos em turismo e profissionais ligados à preservação do meio ambiente e/ou do Patrimônio artístico-cultural e Gestores e empresários do Turismo.


Quer saber mais sobre o Amapá ouça a musica...aí você entenderá  o jeito de ser do povo daqui  e sejam Bem-Vind@s!


Para maiores informações:
www.singtur-ap.com.br | singtur.ap@hotmail.com | o.gadelha@hotmail.com |
www.fenagtur.org.br | presidência@fenagtur.org.br | secretaria@fenagtur.org,br
comunicação@fenagtur.org.br
Contatos: (96)9128-3372 (VIVO) | (96)8114-7386 (TIM) | (96)8809-7735 (OI)
Obde Ferreira Gadelha
PRESIDENTE DO SINDICATO DOS GUIAS DE TURISMO DO AMAPÁ - SINGTUR

Amapá, portal do Brasil para o turismo internacional...

www.voetrip.com.br 
A Bancada Federal amapaense e a secretária Divanaide Ribeiro, da Secretária do Governo do Amapá em Brasília, reuniu no dia 7 de fevereiro de 2011, com os representantes da Trip Linhas Aéreas Victor Rafael Rezende Celestino e Guilherme Aberle para tratar da implantação de voos da companhia ao Amapá. Desde setembro o Governo do Estado do Amapa, tendo como mediadora a deputada federal pelo Amapá  Janete Capiberibe (PSB/AP) vem fazendo esforços para que aumente os voos oferecidos para os viajantes do Brasil, assim como para a potencialidade de uma rota para a Europa e a América do Norte.
Durante a reunião varis secretarias do Estado do Amapa estiveram presente, orçamento, planejamento e a Agência de Desenvolvimento do Amapa - ADAP, segundo  Celestino (Dretor de Relações Institucionais e Infraestrutura Aeronáutica TRIP) a companhia aérea está decidida a operar voos no Amapá num prazo de 180 dias. A Guiana Francesa deve integrar a rota, até Belém, e dali para o restante do país.

Celestino (Dretor de Relações Institucionais e Infraestrutura Aeronáutica TRIP)disse que a empresa aumentará a frota de aeronaves, reservando dois aviões turbo-hélices para as rotas na foz do Amazonas. Os executivos disseram que a Trip opera com 54 aeronaves e é a 3ª maior companhia aérea do país. Por sua vez, o Governo do Estado estuda a possibilidade de conceder incentivos fiscais às companhias aéreas regionais. A companhia recebe incentivos fiscais cujos tributos estaduais efetivos ficam entre 3% e 8,5%. Outro atrativo para a companhia operar no Amapá é a Área de Livre Comércio de Macapá e Santana reduz o custo na comercialização de peças e equipamentos.
Celestino afirma que a operação dos voos pela companhia independe dos incentivos, mas que essa decisão do governo do estado, que deverá ser aprovada pela Assembleia Legislativa e tem apoio dos parlamentares federais, poderá contribuir com a sustentabilidade inicial das operações que vão ampliar o leque de opções de transporte aéreo aos amapaenses. Hoje, são oferecidos em Macapá apenas quatro voos diários de duas companhias aéreas.
Foto: Revista de bordo VOE TRIP
A deputada Janete Capiberibe apresentou como atrativo para as operações aéreas o potencial econômico-turístico do estado do Amapá. Ela afirmou que para o Carnaval desse ano o Amapá deverá receber um grande fluxo de turistas da Guiana Francesa. Com a implantação dos voos comerciais até a Guiana, turistas franceses vindos da Europa poderão ser atraídos, já que há voos domésticos diários interligando o Departamento Ultramarino Francês e a França. A companhia se dispôs a realizar fretamentos para o carnaval do Amapá, desde que seja procurada pelas operadoras de turismo.
A Bancada deverá procurar a Secretaria de Aviação Civil para garantir que os aeroportos e aeródromos do Amapá sejam incluídos no programa de investimentos previsto para ser executado neste ano com recursos do Fundo da Aviação Civil.

Para obter mais informações sobre a TRIP, entre em contato com a nossa Assessoria de Imprensa:
 CDN - Comunicação Corporativa
End.: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2601 . 9º andar . Jd. Paulistano . 01451-001 . São Paulo/SP
Fone: (11) 3643.2700 . www.cdn.com.br


Atendimento:


Luciana Ferreira           (11) 3643.2706 – luciana.ferreira@cdn.com.br
Thaís Ribeiro                (11) 3643.2748 – thais.ribeiro@cdn.com.br
Andréia Rodrigues       (11) 3643.2772 – andreia.rodrigues@cdn.com.br

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Lei sobre mineração nas terras indígenas...

Deputada Janete Capiberibe integra comissão que debate lei sobre mineração nas terras indígenas  

Brasília, 14/02/2012 – A deputada federal Janete Capiberibe (AP) foi indicada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) para integrar a Comissão Especial que debaterá o Projeto de Lei 1.610/1996. A Comissão vai elaborar o relatório ao projeto que “dispõe sobre a exploração e o aproveitamento de recursos minerais em terras indígenas, de que tratam os artigos 176, parágrafo primeiro, e 231, parágrafo terceiro, da Constituição Federal”.

A socialista amapaense disse que vai convidar à Comissão lideranças indígenas de todo o país, especialmente da Amazônia, para que o texto a ser aprovado pela Câmara seja fiel à vontade daquela população. Ela defende, ainda, que as populações indígenas às quais as terras foram confiadas tenham direito de vetar a exploração de minérios se considerarem essa a melhor decisão.

Povos indígenas – O Amapá tem 4,8 milhões de hectares de Terras de Indígenas. Numa faixa que vai do Amapá ao norte do Pará há 8 terras indígenas demarcadas (7 homologadas) ocupadas por 10 grupos indígenas. Cerca de 5 mil 350 amapaenses se autodeclararam indígenas no último Censo do IBGE, 0,8% da população.

Nos estados da Amazônia Legal brasileira, cerca de 383 mil 380 pessoas se autodeclararam indígenas, sendo 309 mil 430 na área rural e 74 mil 525 na área urbana, conforme o Censo IBGE 2010. Estão englobados os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão.

Hoje, no Brasil, vivem 817 mil índios, cerca de 0,4% da população brasileira, segundo dados do Censo 2010. 11% mais pessoas se autodeclararam indígenas na comparação com o Censo 2000. Eles estão distribuídos entre 688 Terras Indígenas e algumas áreas urbanas. Há também 82 referências de grupos indígenas não-contatados, das quais 32 foram confirmadas. Existem ainda grupos que estão requerendo o reconhecimento de sua condição indígena junto à FUNAI.

Teor – O Projeto de Lei 1610/96, de autoria do Senado, permite a lavra de recursos minerais em terras indígenas por meio de autorização do Congresso Nacional e com pagamento de royalties para os índios e para a Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

Desde que começou a tramitar na Câmara, há mais de 15 anos, o projeto tem sido motivo de polêmica por causa de divergências entre as expectativas dos povos indígenas e os interesses das empresas de mineração.

A principal preocupação dos índios se concentra nos possíveis impactos socioambientais que a atividade causaria nas aldeias. As mineradoras, por sua vez, argumentam que a pesquisa e a lavra de minerais nobres, como ouro, diamante e nióbio - utilizado em usinas nucleares -, atendem interesses nacionais e são fundamentais para o desenvolvimento do País.

Outra comissão especial que analisou o projeto, instalada em 2007, encerrou seus trabalhos no fim da legislatura passada sem votar o relatório final. Esse relatório previa a realização de licitação para a exploração de minérios em terras indígenas. Hoje, a escolha da empresa exploradora é feita diretamente pelo Poder Executivo.

O PL 1610/96 tramita apensado a outras três propostas (7099/06, 7301/06 e 5265/09).

Texto e foto:
Sizan Luis Esberci
Gabinete da deputada federal Janete Capiberibe – PSB/AP
Com informações da Agência Câmara, IBGE, FUNAI, IEPE e CIMI.
61 3215 5209

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

a história do pão francês...


Na Idade Média os artesãos do pão abriram suas primeiras padarias na França no século VI. Na época os pães vendidos eram: o pão comum, o broyé(massa batida com ajuda de dois bastões), o pão Chailly (realizado com qualidade de farinha superior), o pão feito com especiarias (produtos de origem vegetal).
Uma variedade que não era acessível à todos os bolsos.


Somente em 1050 que o pão tornou-se a base da alimentação francesa. O Cristianismo também teve sua participação nessa popularização, promoção e difusão durante a Idade Média.
Na época do Renascimento o pão, alimento popular por excelência, passou a ser degustado entre a nobreza e a burguesia da época.

No século XVII as padarias conheceram um sucesso emergente, e seus produtos eram cada vez mais procurados, assim o aumento na diversidades e qualidades de farinha de trigo, formas e sabores transformaram o pão um dos alimentos que não poderia faltar na mesa.
O pão era um alimento estratégico durante as guerras : Farinha e pães para o exército alemão em 1914

No século XVIII o pão  representava mais que um alimento de base, ele simbolizava o sagrado, a esperança, a justiça e a estabilidade. Foi uma época em que os levantes populares eram grandes pela falta de alimentos, e o rei da França temia pela falta de pão. Então o Estado continuou a estocagem de grãos, para evitar a fome, foi proposto até um pão feito de batata, sugerido por Antoine Parmentier ( agrônomo, nutricionista, farmacêutico).
Forno à pão Foto:Agência Meurisse Paris  o


Fabricação do péao 1909 - Foto:Agência Meurisse Paris

Em 1973, o pão está em todas as mesas do rico ao pobre, chamado de pão da igualdade.
A preocupação constante com a provisão do pão durante a revolução estava sempre na mente do povo no começo do séculoXIX .Napoleão então organizou as padarias artesanais que ele considerava como um serviço publico. Depois de um sombrio periodo, as taxações sobre o pão, e outros produtos, em 1863  foi proclamada a liberdade do comércio das padarias.

A forma de baguete foi inventada pelos padeiros de Napoléão, com o intuito de facilitar o transporte do pão pelos soldados durante a guerra. Uma outra teoria ela teria sido inventada em Viena e importada  para França no século XIX. A baguete foi popularizada em Paris no anos 20 por seu método de preparação mais rapido que os pães tradicionais. Devido a interdição dos padeiros de começarem o preparo do pão apos as 'horas da manhã a baguete era a primeira a estar nas prateleiras.

No fim do século XIX, o pão francês tornou-se um simbolo de qualidade no mundo todo. A questão "em qual pais comemos o melhor pão?", as respostas eram unânimes "na França".

O que caracteriza o fim do século XIX foi a aparição das maquinas e os fornos, em particular as grandes  que misturam os ingredientes do pão, substituindo assim os braços dos padeiros
A profissão de padeiro atravessou séculos,  e continua fielmente acompanhando a historia dos homens.
Atualmente na França encontramos poucos artesãos do verdadeiro pão francês feito a mão, e com o verdadeiro sabor e aroma de outras épocas.
Uma de minhas proximas visitas é a Padaria artesanal FLAMANT aqui da cidade de Dole, um dos poucos que produz pão de maneira artesanal.
M e Mme FLAMANT com seu aprendiz Simon

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa