sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

GEOconfraternização 1° dia...

no TRAPICHE ELIEZER LEVY
29 DEZEMBRO 2011
Exposição do Leito do Rio Amazonas, maré baixa, e o belíssimo Trapiche Eliezer Levy - Contraste do Céu Azul com o leito do rio escuro e reflexivo. Ainda se vê o monumento a São José

Os primeiros participantes a chegarem em regime de concentração no Trapiche Eliezer Levy

Família Batista de Valter Avelar com camisa do evento

Leito do Rio Amazonas, maré baixa. Espetáculo da Revoada de Maçaricos e gaivotas. Eliezer Levy ao fundo.

Removendo as hastes/traves, dificuldade em função da garra promovido pelo sedimento fino saturado em água

Organizador do evento - Prof Dr.Valter Avelar

vasta exposição do Leito do Rio Amazonas, maré baixa. Ao fundo Eliezer Levy e São José de Macapá



















quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

caminho das borboletas...¸.•Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ.

Eu sempre fui apaixonada por borboletas e teve uma época, nos anos 80, eu viajei com minha familia para casa de minha avo na cidade de Cametá  no Pará - região norte. Um certo dia fomos visitar meus tios e tínhamos que atravessar um floresta densa. No caminho fiz uma descoberta maravilhosa, grandes borboletas azuis se entrelaçavam em um balé de tonalidades de azul... eu nunca tinha visto borboletas grandes como essas!!! 
Depois deste dia as borboletas se tornaram um vinculo de amor e proteção, e então descobri a espécie Monarca que tem uma interessante historia de vida de 9 meses...as borboletas monarcas são fabulosas. Elas migram cerca de 2 meses, ou seja 9012km da América do Norte até o México quando o inverno esta proximo até as florestas de Michoacán. Sua cor, sua beleza, seu poder polinizador e seu fator de equilibrio ecologico são preponderantes nesta espécie.
Além da adptação as condições climaticas elas são a unica que vivem até 9 meses enquanto que a duração de vida normal de uma borboleta é de 24 dias.
Borboletas Monarca no México

GEOconfraternização no leito do Rio AMAZONAS...


GEOconfraternização NO LEITO DO RIO AMAZONAS “ MDR/UNIFAP 2011, nesta quinta-feira a partir das 09:00 horas da manhã, com concentração no Trapiche Eliezer Levi e com a participação de alunos e docentes do Programa de Pos-Graduação Mestrado em Desenvolvimento Regional da UNIFAP.
Com o objetivo de humanizar o ambiente acadêmico-cientifico, sempre de muita pressão, a que é submetido o aluno busca-se desacelerar esse processo preparando o aluno para uma nova realidade. Saber que mesmo sob as condições estressantes é possi­vel e precisa-se ter qualidade de vida em um programa de pos-graduação.
A real potencialidade do Rio Amazonas precisa ser evidenciada. Durante o semestre vigente varias incursões foram feitas através das aulas praticas proferidas pelos professores Dr. Valter Gama de Avelar (Geomorfologia Urbana) e Dra. Valdenira Ferreira dos Santos (Geologia Ambiental e Sistemas Geologicos...) para os alunos da Turma MDR-2011 (Marcelo Oliveira; Rafaele Flexa; Rubens Pinheiro e Victor Lamarão).
Diante de exposto, aliar o lazer e a ciência em um ambiente natural de tamanha importância para a cidade de Macapa e para o estado do Amapa (mais preservado da união) e por que não dizer do Mundo à fomentar uma cultura de valorização  de nossas potencialidades naturais. 
footlama orla de Macapa - Amapa - Brasil - Rio Amazonas
A muito o footlama é uma realidade presente para os moradores de Macapa, havendo inclusive campeonatos promovidos por entidades oficiais. Outros esportes são potencializados no leito arenoso do Rio Amazonas tais como: Handeball de Areia; volley de praia; corrida de concentração; cabo-de-guerra; a bandeirinha; queimada; natação; atletismo... A maioria dessas modalidades serão experimentadas na GEOconfraternização .
O evento não se limita apenas a descontração  das brincadeiras que serão levadas entre docentes e discentes. Vai-se utilizar a descontração  para abordagem de assuntos do dia-a-dia do aluno e pertinentes ao local, como: Determinação do PD de cada aluno; Orientação  Geografica pelo Sol (pontos cardeais); determinação  prática dos termos geograficos de drenagens (Alto Curso-NASCENTE-MONTANTE; Médio Curso-INTERMEDIARIO; Baixo Curso-JUSANTE-FOZ de um Rio); Observação  de processos geologicos exagenos (erosão e deposição de sedimentos); definição  de falésia..... Cada professor tera a liberdade para expandir o conhecimnto dentro de sua area. 

(texto produzido pelo Dr. Valter Gama de Avelar) 


terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Alice no pais das maravilhas...



A Biblioteca da cidade de Rennes Métropoles organiza uma grande exposição sobre as ilustrações de Alice no Pais das Maravilhas e seu criador Lewis Carroll até nossos dias - de 25 de outubro a 11 de março de 2012.
Apesar do sucesso literario nenhuma exposição, de tal grandeza, nunca foi consagrada à Alice na França.  
É a primeira grande exposição feita pela biblioteca de Rennes Métropoles organizada com o objetivo de trazer o publico familiar, e a entrada é gratuita para todos que se chamam "Alice".



Uma exposição que se propõe de mostrar a diversidade de imagens e de representações que serviram para ilustrar os clássicos de Lewis Carroll.
Os primeiros rabiscos do autor até suas ultimas ilustrações em 2010, a exposição passa em revista a riqueza gráfica e cromática de um sujeito legendário. Ele se apoia sobre dois dos principais textos de Lewis -  AS AVENTURAS DE ALICE NOS PAIS DAS MARAVILHAS e DO OUTRO LADO DO ESPELHO, onde descobrimos que fazer viver Alice em voz e sorriso é um trabalho de estilo inevitavel para os ilustradores do mundo inteiro. Todos tentaram dar seu toque pessoal ! Uma obra de fantasia, aberta à tod@s as interpretações e tod@s os sentimentos.

Origem de Alice...
Alice Liddel em pose para Lewis Carroll
Em 4 de julho de 1862 em uma de suas viagens de barco pelo Tâmisa a pequena Alice Liddell de 10 anos pede à Charles Dodgson (Lewis Carroll) de lhe contar uma história. Então ele começa a contar à Liddell e suas duas irmãs Edith e Lorina a história fantastica de uma pequena menina chamada Alice depois que ela cai no terreno de um coelho...quando ele termina a história Alice Liddell lhe pede se é possivel que ele escreva a história em um papel, e ela insiste até que ele finalmente passa para o papel.
Em novembro de 1864, dois anos e meio após  que Alice Liddell pediu para escrever o livro  e ele termina uma versão intitulada AS AVENTURAS DE ALICE NA TERRA(Alice's Adventures under Ground). Ele oferece como presente de Natal de 1864 à Alice Liddell. Lewis decide publicar a obra. Em 1865 ele publica AS AVENTURA DE ALICE NO PAIS DAS MARAVILHAS (Alice in Wonderland), com uma tiragem de 2000 exemplares. 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

proteja-se...

Campanha de choque assinada pela Agência de Publicidade  TWBA Paris para a associação Aides. Ele chama a atenção sobre a gravidade cada vez mais elevada da disseminação do virus da AIDS no mundo.
Veja os 20 cartazes publicitarios da campanha:






















Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa