quarta-feira, 21 de março de 2012

22 de março,O dia mundial da Água

A Asssembléia das Nações Unidas adotou em 22 de dezembro de 1992 a Resolução A/RES/47/193 que declara o dia 22 de março de cada ano "O DIA MUNDIAL DA AGUA", desde o ano de 1993, conforme as recomendações da Conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente e o desenvolvimento (CNUED), expresso no capitulo18 (Recursos em água doce) da Agenda 21. Esta resolução convida os Estados a consagrar este dia segundo o contexto nacional, concretizando as ações tais que a sensibilização do publico pelas publicações, de difusões documentais, organização de conferências, mesas redondas, seminarios e exposições ligadas à conservação e ao desenvolvimento dos recursos hidricos em acordo com as recomendações da AGENDA 21.
Estima-se 884 milhões de pessoas no mundo que não tem acesso a água potável. Quase 1.5 milhões de crianças a cada ano morrem de doenças de origem hídricas.A crescente demografia e o aumento da urbanização, a poluição quimica e as espécies invasoras são os fatores principais que contribuem a deterioração da qualidade da água. As consequências para o meio ambiente e para a humanidade são consideráveis.

Yann Arthus-Bertrand um cineasta francês, que tem a maioria de suas realizações voltadas para o meio ambiente, lança em associação com o Forum Mundial da água o filme A SEDE DO MUNDO em francês LA SOIF DU MONDE. O filme foi lançado no Forum da Agua em Marselha 2012 e é totalmente consagrado às soluções postas em obra em todo o planeta, das mais ambiciosas até as mais modestas. Uma homenagem à homens e mulheres que lutam para a melhoria dos povos de regiões pobres do mundo. O filme também apresenta inumeras soluções para a gestão, a economia, a purificação da água. 
Em julho de 2010, as Nações Unidas reconheceram que a água potável e o saneamento básico é um direito fundamental do ser humano. Eles fixaram os objetivos do milênio para a termo, fornecer à todos os humanos estes serviços essenciais.
A sede do Mundo
SINOPSE do filme

Depois de HOME et da série Vista do céu, o filme documentario de 90 minutos. A SEDE DO MUNDO (A SOIF DU MONDE) de Yann Arthus-Bertrand, realizado por Thierry Piantanida e Baptiste Rouget-Luchaire propõe uma nova viagem ao redor da terra. 

Desta vez o célebre fotógrafo se interessa por um das maiores riquezas da vida: A AGUA. Hoje, nesse contexto de forte crescimento da população mundial, das mudanças climaticas, a agua se tornou um das mais preciosas riquezas naturais do nosso planeta.
Fiel a sua reputação Yann Arthus-Bertrand, LA SOIF DU MONDE, foi filmado em vinte paises, e revela um mundo misterioso e fascinante da agua doce, graças à essas espetaculares imagens aéreas filmadas em regiões de difícil acesso, como o Sudão do Sul ou o norte do Congo;descobertas também das mais belas paisagens do nosso planeta, lagos, rios, mangues desenhados pela água. 
"eu vi cachoeiras talharem a floresta e escupirem paisagens"
"eu vi homens andarem sobre as nuvens"
"eu vi lagos de belezas surrealistas"
A SEDE DO MUNDO confronta a famosa visão aérea do mundo de Yann Arthus-Bertrand com a dura realidade cotidiana de todos aqueles que são privados da água, morrem em busca da água para purificar e levar para os que necessitam dela.

O filme é feito de encontros...um pastor de ovelhas do norte do Quénia que falou que matou pela água e que se for preciso o fará novamente...de mulheres que dançam com a chegada da agua em seus vilarejos.
Uma embaixatriz nas Nações Unidas atipica explica que seu combate para que os governos se unam na luta para que o povo tenha acesso à água e as técnicas mais modernas de purificação garantindo assim a sobrevivência e a saude das populações mais pobre.
Reportagens realizadas na Europa, na África, na Ásia e na América, dão a palavra à esses que lutam e inovam a fim de levar agua onde ela falta, a utilizá-la inteligentemente, a purificá-la, ou melhor ainda, deixar de poluí-la. 
Personalidades cativantes, reconhecidas internacionalmente ou simples voluntários de luta pela vida, iluminam o filme com suas energias, suas imaginações e seus entusiasmos...pois o acesso à água potável é mais que nunca o grande desafio do amanhã. 

“ Seremos capazes de imaginar uma nova cultura da água? ”

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa