sábado, 14 de agosto de 2010

Poligny


Poligny é uma pequena cidade ao pé do platô rochoso, sob a "Cruz du Dan", uma cruz em ferro de 12 metros que domina a cidade, cujo a origem é sempre um mistério. A cidade foi construída no século  XV e está localizada estratégicamente e é passagem obrigatoria entre Lyon e Strasbourg de uma parte e de Paris à Genebra de outra. Segunda uma das lendas contadas na região, Napoleão passou por Poligny quando voltava da Itália, e é chamada de Poltrona de Napoleão (ou lugar de Baltazar por outras versões).

La Croix du Dans - Poligny

Ela é  também o centro geográfico da região do Jura. Ela é inserida entre as cidades de vinho de qualidade, mais são os queijos, principalmente o Comté, hoje exportado até aos Estados Unidos, que lhe dá seu estado de nobreza. Poligny é a capital mundial du Comté.


Queijo Comté maravilhoso com vinho rouge Ploussard du Jura
Os habitantes da cidade contam a lenda da Cruz no topo do penhasco, que um jovem nobre da região, triste por fim de seu relacionamento amoroso, jogou-se no despenhadeiro com seu cavalo, e seus pais abalados com a perda de seu filho teriam erguido a cruz como lembrança de sua partida.
Poligny é parada obrigatoria para uma visita pelas ruas em visitas as caves de vinho, refinarias de queijos, torres, fontes, hotéis dos séculos XV e XVI, monastérios, igrejas e conventos.

A Francophonie no meio do mundo

No dia 1° de setembro professores e alunos do curso de francês do Centro Cultural Amapaense estiveram no #lecafebistrot ,localizado ...