domingo, 13 de março de 2011

a torre de Babel...


CLA de Besançon

Criado em 1958, ele é um dos primeiros centros de desenvolvimento do ensino pratico de línguas estrangeiras, que caracteriza-se pelas pesquisas em linguística aplicada ao ensino, e localiza-se na cidade de Besançon, na borda do rio Doubs. Além do francês, mais nove línguas estrangeiras, o inglês, espanhol, árabe, russo, italiano, japonês, português, alemão, chinês, e cerca de mais de 4000 alunos passam anualmente pelo CLA.
A turmaem um almoço  com pratos tipicos de cada pais, eu preparei um vatapá!!
Durante três semanas fui aluna no CLA, distante 30 minutos de trem partindo de Dole. As  7h00 pegava o TGV direção de Besançon e retornava às 18h00.
O primeiro passo depois da inscrição foi a prova de seleção (oral e escrita) para saber o nível de francês de cada candidato. Logo após o curso, podemos fazer a prova para obter os diplomas de DELF(Diploma de estudo da língua Francesa) A1,A2,B1,B2 e DALF(Diploma de estudo aprofundado da língua francesa) C1 e C2. Depois das prova de seleção fui classificada para o nível B2/C1.
Da esquerda para direita - Furgyalmu, eu, Vanessa, Taylor e Asato
 - Florence, Ricardo, Danishtha, Asato, Natalie (esquerda p/direita)
Asato, Natalie, Kimberly, Blanca e Amaal(esquerda p/direita)
Minha classe era composta de 15 alunos vindo dos quatros cantos do mundo: Estados Unidos, Japão, Tailândia, Nepal, Trinidade e Tobago, Republica Dominicana, Líbia, Arábia Saudita. Nos corredores um emaranhado de línguas e culturas em exposição, me fez lembrar a historia da torre de Babel. Tínhamos três professores: Vanessa e Florence nossas professoras de francês e nas terças e quintas-feiras o professor de teatro Jean-Pierre.
Em nosso primeiro dia de aula os professores solicitaram propostas para trabalhar a língua francesa na sala de aula, e qual seria o melhor método.Coloquei a ideia de criarmos um blog da turma B2C1, para ajudar no desenvolvimento da escrita e leitura, onde cada um ficaria responsável por um determinado tema. As professoras Florence e Vanessa ficariam com a coordenação do blog. Depois de aprovada a ideia passamos ao desenvolvimento. Aos poucos passamos a nos conhecer, e as perguntas aumentavam a cada dia, a curiosidade sobre a cultura de cada pais. Um resumo dos colegas de classe...
Blanca e Kimberly (Houston-Texas-EUA). Blanca é psicóloga e Kimberly professora de Inglês, vieram juntas para trabalhar em Marselha, sul da França. Blanca adora cozinhar, assim como Kimberly que além da gastronomia adora contar anedotas. São amigas de longa data e viajam pelo mundo juntas em férias. Um convite para conhecer o Brasil já foi feito!!!
Furgyalmu(Helambu, Népal), mora na França ha 5 anos, de nacionalidade nepalesa traz de sua cultura a essência da religião Budista. Ela fez uma formação de enfermeira em sua cidade natal e viajou para os Estados Unidos para encontrar Dalai Lama, as fotos são incríveis!! Furgyalmu se tornou uma colega presente, nos falamos constantemente.
Asato e Toshiyuki (Tóquio - Japão) dois japoneses adoráveis. Asato uma jovem estudante que adoraria ficar na França para continuar seus estudos, não gosta muito da ideia de retornar para Tóquio depois do final do curso, fez amigos e gostaria de continuar seus estudos em Besançon. Toshiyuki faz Turismo a Tóquio e veio à Besançon para aprender o francês e poder trabalhar na profissão em seu país. Apaixonada pelo cinema francês, uma pessoa super gentil, todos os dias chegava com sua garrafa térmica de chá e seu dicionário eletrônico, toda tecnologia japonesa à sua disposição.
Dhanishtha (Porto Espanha, Trinidade e Tobago), faz seus estudos a Londres e estuda, além do francês, o espanhol. Adora o carnaval, e comparou com o do Brasil pela alegria e a mistura de ritmos. Seu país é ex-colônia inglesa foi colonizada por holandeses e espanhóis, conseguiu sua independência em 1962. Ela tem amigos no Rio e prometeu que em breve visitará o norte do Brasil.
Ricardo (São Domingos, Republica Dominicana) veio à França para aprender o francês e continuar seus estudos à Paris. Formado em Direito prepara sua pós-graduação, adora uma festa e sente falta do sol do Caribe, mas aprendeu a amar a França e pretende ficar.
Taylor(Michigan, EUA), uma jovem maravilhosa e comunicativa. O filme American Pie foi gravado em sua cidade e algumas cenas no colégio onde ela cursou seu nível médio. Voltou pra os EUA e cursa faculdade na Pensilvânia.
Amaal(Arábia Saudita), estuda matemática e ganhou uma bolsa de estudo para continuar sua universidade na França a Besançon.
Walid(Misurata,Líbia), estuda literatura francesa e prepara sua pós-graduação na Universidade de Strasbourg. Super comunicativo, como falamos no Brasil "gente boa", fizemos uma amizade duradoura, nos comunicamos sempre, e nos encontramos com outros amigos que fizemos durante o curso na cidade de Besançon para colocar as novidades em dia. Ele nos fez conhecer um lado da Líbia desconhecido de alguns, sua cultura, gastronomia e o turismo, um novo olhar sobre Tripoli, o deserto do Sara, Ghadámes e Sabratha.
O parque foi o campo de jogo escolhido pela turma com uma tarde de sol maravilhosa
a caminho do campo de jogo , Ruby e Fahad
Além dos colegas de classe outros juntaram-se a nós para um dia de piquenique e despedida de curso, Ruby (Tailândia), Yoko (Japão), Fahad(Arabia Saudita), Tugché(Chipre). Fizemos um jogo de "petanque" um dos esportes mais praticados nos finais de semana em toda França.
Uma parada para compreender as regras do jogo
Material do jogo da "Pétanque"

O jogo começa
Yoko e Taylor

Imaginem todas essas culturas juntas. Eu era a única brasileira durante o mês de junho e a copa do mundo estava começando. Ouvia nos corredores das pessoas que sabiam minha nacionalidade uma receptividade maravilhosa, e diziam "O Brasil é o melhor futebol do mundo, vou torcer pra ele". O Brasil é aceito de forma pacífica por todos os países no mundo e tem a solidariedade, alegria e um povo acolhedor como reconhecimento.
Aos poucos fui me habituando, e aceitando o emaranhado de linguas todos os dias ecoando pelo corredor. Fiz vários amigos, e continuamos nos correspondendo mesmo depois do curso ter acabado. Ficamos conhecidos como os 15 dos quatros canto do mundo, fomos os primeiros a inovar com o blog da turma B2 C1 e as professoras ficaram extremamente contentes com o desenvolvimento da turma durante o todo o curso.
Tivemos um dia de apresentações sobre nossas origens, onde cada um teve a oportunidade de mostrar um pouco de seu pais, assim conheciamos as particularidades de cada cultura. Eu aproveitei para apresentar nossa região o quanto ela é rica de biodiversidade, parques e reservas naturais. Os alunos e professores ficaram entusiasmados com o que viam, mostrei a pororoca em fotos e vídeos, o marabaixo, a fortaleza e nossos parques e reservas. Enfim, tive a oportunidade de mostrar que temos muita coisa boa, e que independente das dificuldades que nosso povo enfrenta diariamente, temos confiança no amanhã mais próspero para todos.
O CLA é movimentado com atividades culturais onde se destaca O TOUR DO MUNDO EM 80 PRATOS, onde são expostos sabores gastronômicos dos países. O Brasil participa todos os anos e é um dos eventos marcantes que atrai milhares de visitantes.
E assim, continuo minha vida na França..até a próxima!!

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa