segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Tumucumaque completa 10 anos...



PorAlessandra Lameira - Assessora de Comunicação - montanhasdotumucumaque.blogspot.fr

O Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque (PNMT), completa nesta quarta-feira, 22 de agosto, 10 anos de criação. Para celebrar a data, a equipe gestora desta Unidade de Conservação realizará uma programação especial na primeira semana de setembro, que vai envolver o conselho consultivo do PNMT, Poder Público e a Sociedade Civil dos municípios do entorno do Parque.

Um acampamento está sendo montado num dos principais acessos ao Parque e esta atividade será marco na celebração pelos 10 anos de criação da unidade. Esta área abrigará o Centro Rústico de Vivência – CRV, que é o “embrião” de um possível Centro de Interpretação da Natureza. O CRV será apresentado a um grupo de 40 convidados no dia 4 de setembro, sendo que no dia 5 (Dia da Amazônia) algumas atividades culturais e a realização de uma trilha coroarão esse momento de vivência do Parque.
“Centros de Interpretação da Natureza são espaços destinados a apresentar as características de uma unidade de conservação ou de áreas naturais para o público em geral”, afirma o analista ambiental Paulo Russo, que é Coordenador de Articulação Institucional e Comunitária & Educação Ambiental do PNMT.
Para toda essa mobilização, os convidados a participarem do acampamento serão deslocados de Macapá para a Serra do Navio que, em seguida serão conduzidos para o Parque através de voadeiras, a viagem no rio terá a duração aproximada de 4 horas.
Além da equipe do PNMT enviada para a montagem do acampamento e o apoio de colaboradores da região, o 34º Batalhão da Infantaria de Selva também auxiliou na realização deste evento.
Durante a comemoração, será apresentada ao público presente uma retrospectiva com os principais fatos relacionados ao Parque. A trilha que será feita pelo grupo de convidados os levará até as margens do Rio Feliz, onde está localizado um das mais belas paisagens da entrada do Parque por Serra do Navio. O momento cultural contará com o Grupo Raízes do Bolão que mostrará sua força regional através do Marabaixo.
Para a realização deste evento o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque tem o apoio da organização não governamental, WWF Brasil, e do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA).
O ordenamento do Uso Público no Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque está em processo de elaboração. Atualmente, em acordo com o trade turístico da região, a visitação deve possuir um caráter educativo, conforme norteia o Plano de Manejo da Unidade.
“E uma oportunidade para redirecionarmos os rumos da gestão para melhorarmos nossa eficácia. Estamos cientes que muita coisa está ainda por ser feita. Em especial no que diz respeito ao fortalecimento do sentimento de propriedade, responsabilidade e também orgulho por parte da população amapaense perante ao PNMT. A equipe gestora tem a missão de conduzir esse processo e, diga-se de passagem, estamos vivendo talvez a fase mais interessante na trajetória de implementação da unidade, em que, após a aprovação do Plano de Manejo, podemos focalizar os trabalhos nos objetivos finalísticos de um Parque Nacional. Nesse sentido, destaca-se o desejo proeminente de abrir a unidade à visitação, dando ainda mais visibilidade à mesma e ao Estado do Amapá como um todo, mas também proporcionando oportunidades de emprego e renda às populações do entorno, mediante à prestação de serviços demandados pela atividade (eco)turística. Além disso, a pesquisa científica, a educação ambiental, a recreação ao ar livre, o contato com a natureza são objetivos importantes que devem nortear o trabalho dos gestores do PNMT”, afirma o chefe do PNMT, Christoph Jaster.


Tumucumaque

O PARNA do Tumucumaque é o maior Parque Nacional do Brasil e uma das maiores áreas de floresta tropical protegidas do mundo, com uma área aproximada de 3.867.000 hectares.
Esta Unidade de Conservação foi criada em 22 de agosto de 2002 e está localizada numa porção da Floresta Amazônica bem peculiar, com características únicas e ainda pouco conhecidas, na região conhecida como Escudo das Guianas, ao noroeste do Estado do Amapá. O órgão federal responsável por sua gestão é o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBio. O Parque abrange parte dos municípios de Oiapoque, Calçoene, Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio e Laranjal do Jari; além de uma pequena porção do município de Almerim, no Estado do Pará.

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa