sábado, 16 de agosto de 2014

Escala em Almeirim



A primeira escala do navio Luan na rota do #encontrodasaguas é o Municipio de Almeirim no Parà.
Logo na orla do municipio podemos ver seu nome em letras estilo Hollywood. Um charme que os quase 34000 habitantes se orgulham :) 
Essa rota do baixo Amazonas também é muito usada por navios mercantes e cruzeiros de luxo.
Dentro da area do municipio podemos encontrar uma parte da reserva indigena dos Waiãpis.
Em seus traços historico de criação os frades capuchinhos de Santo Antônio, juntamente com os índios descidos do centro, a Aldeia do Paru iniciaram a construção do municipio de Almeirim. Ela prosperou, inclusive, quando uniu-se à taba dos índios do Rio Uacapari. 
 Manoel da Mota e Siqueira, objetivando defender o território, construiu à margem esquerda do Rio Amazonas, no local onde se encontra a Sede Municipal, um forte de pedra e barro, denominado forte do Paru. Essa iniciativa foi um dos principais fatores do desenvolvimento do povoado Aldeia do Paru. 
Em 1758, por ato do Governador e Capitão-General, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, adquiriu categoria de Vila, passando a chamar-se Almerim. Entretanto, na época da Independência veio a ser extinta, em virtude da preocupação do Governo da Capitania de alargar os domínios coloniais portugueses, para o Alto Amazonas. 
 Em 1835, Almerim foi palco de Cabanagem, que assolou o interior da Província. Com o advento da República, em 1890, readquiriu categoria de Vila e também de município. Porém, em 1930, o então município foi extinto, sendo seu território anexado ao de Prainha, onde se restabeleceu no mesmo ano. 
 Os habitantes do lugar recebem a denominação de “almeirimenses” e os navios “paraoais”. 

 São Jorge guerreiro também é um dos valorosos protetores do municipio.
A preservação do meio ambiente faz parte do dia a dia dos habitantes. 

Um dos produtos regionais que podemos encontrar é o queijo de bufala de Almeirim. Os cooperativista locais lutam para o fortalecimento da cadeia produtiva do leite no municipio. Agregando um valor aos seus produtos, esses agricultores poderão desenvolver e vender um produto de qualidade e com selo de qualidade  para abastecer outros centros urbanos. O queijo jà tem mercado garantido nas municipios de Santarém, Belém e Macapa.

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa