segunda-feira, 25 de abril de 2011

Na trilha do rio Doubs...

Início da caminhada - Foto Nara
Neste sábado(22/04) partimos na trilha do rio "Le Doubs"que atravessa a cidade. Uma caminhada de pouco mais de 22km. Foram 4horas e 30 minuto de descoberta.
Um rio franco-suiço de 453 km de extensão, onde 430 estão em território francês. O segundo maior rio da França em extensão. Na cidade de Dole ele é a atração principal, que aproxima os habitantes da natureza. 
o percurso 4h30 de caminhada sem stop :) 
As carpas este ano apareceram mais cedo e em grande numero para se reproduzirem, estão por toda parte um paraiso para os pescadores.
As carpas no rio Doubs - Foto Nara
Depois de três anos e meio morando em Dole eu ainda não tinha visitado o Parque de Scey, aproveitei para conhecer. Um lugar de inspiração! No centro uma solitária Ninfa contruída na segunda metade do século XVIII por um habitante de Dole.
Vista do Parque de Scey - Foto Nara
Estatueta da Ninfa do Parque Scey -  Foto Nara
A ponte de "La Corniche" foi construída entre 1993 e 1994.
Ponte de "La Corniche" - Foto: Nara
Na estação da primavera o pólem está por toda parte, e para os alérgicos a caminhada nessa época é desaconselhàvel, eu sofri um pouco mas deu para suportar com tanta beleza no caminho.
Uma das causas de alergias, mas tem um efeito maravilhoso quando fotógrafada :) -Foto Nara
Um click que me fez lembra a maravilhosa Amazônia - Foto Nara
E a natureza é assim, para entendê-la e apreciá-la precisamos ter um olhar atento em cada trilha.
Fotos:Nara
Um ecossistema onde o belo, o estranho e o cotidiano se mesclam e transformam
Fotos:Nara
Mas, infelizmente o homem tende a não dar o devido valor, e deixa marcas que podem demorar anos para desaparecer. Depois de momentos de lazer tudo é deixado para trás, a natureza acaba sendo um momento de apreciação passageira sem amanhã.
Fotos: Nara
Flores do campo ou da cidade, não importa elas embelezam e deixam o ar mais prazeroso, se misturam as tonalidade dos verdes da vegetação ao redor.
Fotos:Nara
Neste ponto, nos deparamos com os cisnes, um, dois, três...um bando deles, contamos mais de 20 cisnes branco que aproveitavam a calma e o lugar propício para reprodução ou para um descanso na contínua jornada migratória.
Fotos:Nara
Foto:Nara

Foto:Nara

Foto:Nara

A Francophonie no meio do mundo

No dia 1° de setembro professores e alunos do curso de francês do Centro Cultural Amapaense estiveram no #lecafebistrot ,localizado ...