segunda-feira, 6 de junho de 2011

cidade medieval de Béze...

vilarejo de Béze
Aproveitamos o domingo (05/06) de sol para conhecermos o vilarejo de Béze no departamento de Côte d'Or região de Borgonha. Distante 50km de Dole e  30 km de Dijon. Sua população é de 600 habitantes.
Considerada um dos vilarejos mais bonitos da França, situado no coração de uma região dotada de um rico patrimônio arquitetural e turístico: antigos casarões, castelos, florestas, rios navegáveis...
Béze foi local de uma das maiores implantações de Abadias da Idade Média a data de criação se mistura ao da Abadia construída em 630.
O nome Béze  tem sua origem no latim BEZUA, nome ao riacho que atravessa o vilarejo. Foi chamado pelos celtas BEZV que significa riacho que dorme.  
Um visita em torno de 3 a 4 horas para apreciarmos toda beleza do local que exala a típica tranquilidade dos vilarejos franceses do meio rural.

°°°patrimônio histórico de Béze...
Grutas de Béze

Durante a visita os termômetros não marcam mais que 13°. A gruta servia de refugio para os monges durante a idade Média. Um sumtuoso amfiteatro rochoso podemos observar navegando no rio subterrâneo durante 15min de visita por um preço de 5 euros adulto e 2,50 euros criança até 12 anos, um show de cores e sons. 
Não é permitido fazer foto, infelizmente durante o passeio (mas sempre tem o jeitinho brasileiro), o que eu acho particularmente um absurdo pois tudo foi dado pela natureza para ser apreciado gratuitamente e preservado.

Riacho subterrâneo...
Foi por azar que em 1954 os espeleólogos descobriram outras nascentes de água subterrânea e finalmente o lago. Em 5 de março de 2006 uma tempestade de neve se abateu sobre a região com 40 a 50 cm de neve durante um final de semana, isto fez com que o nivel d'água dos rios subissem. Aprofundidade pode cherca até cerca de 18m. Hoje podemos ver o riacho chamado de "La résurgence de Béze" e graças à sua aparição proporciona lazer para os habitantes e turistas que visitam a região, ao fundo do rio existe uma entrada para as grutas.
Escola monástica...
Em 655 a Abadia de Béze foi uma das primeiras a possuir uma escola monástica. Foi projetada para receber os filhos dos nobres da região. Após seu grande sucesso, uma escola esterna foi fundada em 1280. Em 1380 ele recebia cerca de 40 meninos e 20 meninas. Sua fachada foi refeita várias vezes. Podemos observar sobre as janelas os tripés, as esculturas e arcadas do estilo gótico. Em 1872 se instalan no prédio, o hotel do velho monastério, um comércio e a estação de ônibus que ligava Dijon a Gray. O prédio foi salvo da demolição e passou a fazer parte dos monumentos tombado pela Escola de Belas Artes em 1914.
A Torre de Oysel...
Torre de Oysel
A torre foi construida em 1731. Junto a torre o lavatório das irmãs construido no final do século XVII. Na parte maior do prédio foi instalada uma escola primária chamada de Claude Monet, antigamente os monges usavam para depósito dos vinhos.
Lavatórios das irmãs
Escola Primaria Claude Monet

Igreja Saint-Rémi...

Igreja de Sint-Rémi
A primeira capela paróquial remonta do século VII. A primeira igreja foi construida em 960 pelos habitantes que hoje é chamada de Saint-Rémi. Ela foi reconstruida várias vezes 7 vezes incendiada. Em seu exterior podemos ver um estátua em pedra sobre um pedestal o Cristo ( o Deus da piedade), assim chamado pois ele tem as mãos unidas.
Rélogio solar na parede da igreja

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa