segunda-feira, 25 de julho de 2011

Durante séculos, lá no alto...


Durante séculos, lá no alto, a solitude preenche o espaço com seus vôos enigmáticos, uma solitude longe no tempo, inacessível, que os humanos interpretam através de sinais hortis ou hospitaleiros.
Fonte: Livro « Valais, Corpo e Alma »Henri Maître
O  Vale de Lötschental está situado na região de Valais-Suiça, a uma altitude de 1400m inserido entre as maravilhosas cadeias montanhosas(Alpes), onde quatro vilarejos charmosos foram erguidos: Ferden(1375m), Kippel, Wiler(1419m) e Blatten(1540m), pontos de partida ideais para visitar a região. 
Vilarejo de Ferden
Vilarejo de Kippel
Vilarejo de Wiler
Vilarejo de Blatten
A arquitetura moderna se integra perfeitamente aos aspectos naturais do vale. A modernidade dos prédios em concreto não fazem parte desta região de tradição e natureza preservada. O que substitui o modernismo exagerado, é a natureza íntegra do mundo das montanhas, dos restaurantes agradáveis e dos hotéis confortáveis e acolhedores. 
Duas línguas oficiais fazem parte da região: no alto Valais se fala alemão e no baixo Valais o francês.

o carnaval do Valais exibe os montros que surgiram da Idade Média...
No mês de fevereiro o carnaval transforma o vale em festa. Nos vilarejos, as tradicionais máscaras do Valais e Lötschental exibem nas ruas os monstros surgidos da idade média, é a expressão popular da resistência dos povoados face as decisões arbitrárias em épocas passadas - hoje, são de preferência, usadas nos dias de carnaval.

Uma tradição passada de geração em geração. Os Tschäggattäs(demônios), como são chamados, saem as ruas com os corpos cobertos com fantasias de couro e pêlos, com máscaras talhadas artesanalmente em madeira e sinos pendurados na cintura. 
Podemos observar a tradição da época medieval, do início do mês de fevereiro até a quarta-feira de cinzas. Ele saem ao cair da noite para aterrorizar os habitantes dos vilarejos.
Tschägättäs
Segundo a lenda, as máscaras do Valais de Lötschental tiveram sua origem na casa dos primeiros habitantes do vale.
Caçados do outro lado da região do Rhônes, eles teriam tentado recuperar seus bens, ameaçado pelos saqueadores, fantasiados com peles de animais e com o rosto coberto com máscaras de madeira para assustar os usurpadores.
Uma centena de pessoas perpetuam este costume reservado unicamente aos homens maiores e solteiros.

Naramazonie

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Macapa