sábado, 9 de julho de 2011

exploradores insólitos...

Tunel de retenção das águas da chuva em Paris
Os exploradores urbanos ou urbex, é uma nova atividade que consiste em visitar lugares abandonados ou não, de difícil acesso e em geral proibidos à visitação. Na França alguns decretos e regulamentos proibem esta atividade "clandestina" tem suas primeiras explorações nos anos 70 através do chamado "movimento cataphile", onde vários estudantes de um bairro latino de Paris saíam durante a noite para fazer a festa nos subterrâneos da cidade. Alguns entre eles começaram a frequentar o local todos os finais de semana. 
No fim dos anos 80 as catacumbas de Paris estiveram na moda, onde se cruzavam skinheads e estudantes durante os percursos de trilhas de explorações noturnas insólitas.
A reputação das explorações insólitas ganharam a mídia e a internet e o campo de atividade foi além dos subterrâneos de Paris invadindo outros locais da capital e do mundo como Canadá, EUA, Austrália, Bélgica, no Brasil em 2010.

França: PROJETO URBEX
www.urbex.fr
Sanatório abandonado, França agosto2010 - www.urbex.fr
Lançado em 2008 o projeto Urbex.fr tem mostrado uma visão além da curiosidade dos exploradores clandestinos e além das descobertas eles aportam um visão artística de cada trilha percorrida com fotos estéticamente trabalhadas. Através das fotos o passado é reconstruído através dos traços de vida, suas histórias e a atmosfera que preenche os muros dos lugares abandonados e esquecidos pela sociedade.
O projeto URBEX tenta se concentrar unicamente sobre os locais secretos e desconhecidos. Atualmente em seu site podemos descobrir numeroso locais exclusivos como sanatório, hospitais ou ainda uma prisão. 
Mas para preservar os locais que por si só expressam vida, através dos objetos deixados e traços de histórias vividas pelos antigos habitantes, os lugares são fotógrafados pelo projeto URBEX.Para preservar a descoberta para que outros grupos de exploradores possam encontrá-las não é divulgado o trajeto.
Alguns grupos de exploradores urbanos postam em sites e blogs na internet lugares descobertos, indicando o plano de acesso, e os visitantes mal intencionados roubam tudo o que podem carregar, deixando para trás um lugar completamente devastado e sem traços de história.

Cinema abandonado, janeiro2009
Cinema abandonado, janeiro2009-www.urbex.fr
Prisão abandonada,  Avignon/França,março2008-www.urbex.fr

Riscos da atividade

Os riscos ligados à esta atividade são diversos.Na França o explorador que penetra em lugares privados são expostos ao risco legal (penetração com ou sem infração em bens publicos ou privados) além de penalizações como acusações de espionagem ou atentado à segurança do Estado. Os exploradores urbanos podem também estar expostos à risco físicos: queda, desabamento, e em espaços subterrâneos: inundações, falta de oxigênio, presença de gazes tóxicos, explosões,etc.

A Francophonie no meio do mundo

No dia 1° de setembro professores e alunos do curso de francês do Centro Cultural Amapaense estiveram no #lecafebistrot ,localizado ...